ESN - As Escrituras Sagradas segundo oNome

www.cyocaminho.com.br

Mobirise

TENHA A VERSÃO IMPRESSA: ADOTE EM SUA CONGREGAÇÃO

Alef Qorintyah 1

1. DE SHA’UL, escolhido pelo ETERNO para ser missionário de hol’Mehushkyah, e do irmão Sóstenes.

2. Para: Os messiânicos de Qorintyah, convidados pelo CRIADOR para serem SEU POVO, feitos dignos DELE por obra de hol’Mehushkyah Yaohu’shua. E para: Todos os messiânicos em toda parte: todos quantos invocam o Nome de Yaohu’shua hol’Mehushkyah, CRIADOR nosso e deles também.

3. Que o ETERNO, nosso Pai, e o Maoro’eh Yaohu’shua hol’Mehushkyah dêem de todas as suas bênçãos a vocês, bem como grande paz, tanto de mente como de coração.

4. Nunca posso deixar de agradecer ao ETERNO todos os dons magníficos que Ele lhes concedeu, agora que vocês são de hol’Mehushkyah.

5. Ele enriqueceu-lhes a vida inteira. Ele os ajudou a testificar dele, e deu-lhes uma compreensão total da verdade.

6. O que eu lhes disse que hol’Mehushkyah podia fazer por vocês, aconteceu! 

7. Agora vocês desfrutam de toda a graça e todas as bênçãos; pertence-lhes todo o dom espiritual e todo o poder para executar a vontade dele durante este período de espera pela volta de nosso Maoro’eh Yaohu’shua hol’Mehushkyah. 

8. E Ele garante, até o fim, que vocês serão considerados isentos de qualquer pecado ou culpa naquele dia quando Ele voltar. 

9. Certamente que o CRIADOR fará isso por vocês, por que Ele sempre faz mesmo o que diz, e foi Ele quem nos convidou a essa maravilhosa amizade com seu Filho hol’Mehushkyah, nosso CRIADOR.

10. Mas, queridos irmãos, suplico-lhes encarecidamente em nome do Maoro’eh Yaohu’shua hol’Mehu-shkyah que parem essas discussões entre vocês. Que haja verdadeira harmonia, a fim de que não apareçam divisões na igreja. Eu lhes imploro que tenham o mesmo modo de pensar, unidos na mente e nas intenções. 

11. Pois alguns que moram na casa de Cloe me contaram a respeito das discussões e contendas entre vocês, amados irmãos. 

12. Uns estão dizendo: Eu sou seguidor de Paulo/Sha’ul. Outros dizem que estão do lado de Apolo ou de Pedro/Kafos; e outros ainda que só eles são os verdadeiros seguidores de hol’Mehushkyah.

13. E assim vocês, de fato, partiram hol’Mehushkyah em muitos pedaços. Mas será que eu, Paulo/Sha’ul, morri por seus pecados? Alguém de vocês foi imerso em Meu Nome? 

14. Sinto-me bem contente, agora, por não ter imerso nenhum de vocês, a não ser Crispo e Gaio.

15. Porque agora ninguém pode pensar que eu estava procurando começar algo novo, fundando uma Igreja de Paulo/Sha’ul. 

16. Ah, sim! Imergi a família de Estéfanas. E não me recordo de ter imerso ninguém mais. 

17. Hol’Mehushkyah não me enviou a emergir, mas a pregar o Evangelho; e até minha pregação parece pobre, pois não recheio meus sermões com palavras profundas e idéias de grande efeito, por medo de diluir o poder grandioso que há na mensagem simples da cruz de hol’Mehushkyah.

18. Sei perfeitamente bem como parece tolice, àqueles que estão perdidos, quando ouvem que Yaohu’shua morreu para salvá-los. Nós, porém, que somos salvos, reconhecemos esta mensagem como o próprio poder do ETERNO. 

19. O CRIADOR diz: Eu destruirei todos os planos humanos de salvação, não importa quão sábios eles pareçam, e ignorarei as melhores idéias dos homens, até as mais brilhantes.

20. Então, o que acontece com esses sábios, esses eruditos, esses brilhantes comentaristas das grandes questões mundiais? O CRIADOR fez com que todos eles parecessem ridículos, e mostrou que a sua sabedoria é uma tolice inútil. 

21. O CRIADOR, em sua sabedoria, providenciou para que o mundo nunca O encontrasse através da inteligência humana. E então Ele se manifestou e salvou todos quantos creram em sua mensagem: essa mesma que o mundo considera absurda e ridícula. 

22. Parece absurda para os yaohu’dins, porque eles desejam um sinal do céu como prova de que o que está sendo pregado é verdadeiro; e é ridícula para os yaoshorul’itas, porque eles crêem somente naquilo que concorde com a sua filosofia e lhes pareça sábio. 

23. Por isso, quando pregamos que hol’Mehushkyah morreu para salvá-los, os yaohu’dins se ofendem e os yaoshorul’itas afirmam que tudo isso é disparate. 

24. O CRIADOR, porém, abriu os olhos dos que foram chamados para a salvação, tanto yaohu’dins como yaoshorul’itas, para verem que hol’Mehushkyah é o grandioso poder do ETERNO para salvá-las; o próprio hol’Mehushkyah é o centro do sábio plano do ETERNO para a salvação deles. 

25. Este plano do ETERNO, chamado de absurdo, é bem mais sábio do que o plano mais sábio do homem mais sábio, e o CRIADOR na sua fraqueza: hol’Mehushkyah morrendo na cruz: é muito mais forte do que qualquer homem.

26. Observem entre vocês mesmos, queridos irmãos, que poucos de vocês que seguem a hol’Mehushkyah têm um nome importante, ou poder, ou riquezas. 

27. Pelo contrário, o CRIADOR deliberadamente escolheu valer-se de idéias que o mundo considera absurdas e desprezíveis para envergonhar aqueles indivíduos que o mundo considera sábios e grandes. 

28-29. Ele escolheu um plano desprezado pelo mundo, e que não é levado em conta absolutamente para nada, e o utilizou para reduzir a nada, aqueles que o mundo considera grandes. Para que ninguém, em parte alguma, possa se gabar na presença do ETERNO.

30. Porque é do ETERNO que procede, exclusivamente, que vocês tenham essa vida por meio de hol’Mehushkyah Yaohu’shua. Yaohu’shua nos revelou o plano divino de salvação; foi Ele quem nos fez aceitáveis diante do ETERNO; Ele nos fez puros e santos, e deu-Se a Si mesmo para comprar a nossa salvação.

31. Tal como diz nas Escrituras: Se alguém tiver de se gloriar, que se glorie somente daquilo que o CRIADOR fez.

Alef Qorintyah 2

1. QUERIDOS IRMÃOS, mesmo quando estive com vocês pela primeira vez, não usei palavras empoladas nem idéias pomposas para lhes apresentar a mensagem do ETERNO. 

2. Decidi-me a falar só de Yaohu’shua hol’Mehushkyah e de sua morte na cruz. 

3-4. Fui até vocês em fraqueza: temeroso e trêmulo, e a minha pregação foi muito simples, não com abundante oratória e sabedoria humana; entretanto, o poder do Santo Espírito/Rukha Kod’shua estava em minhas palavras, provando a todos quantos as ouviram que a mensagem vinha do ETERNO. 

5. Fiz isso, porque desejava que vocês tivessem uma fé firmemente baseada no CRIADOR, e não em grandes idéias de algum homem. 

6. Contudo, quando estou entre messiânicos já maduros, falo com palavras de grande sabedoria, porém não aquela sabedoria que é daqui da terra, nem aquela sabedoria que apela para os grandes homens deste mundo, que estão condenados a perecer. 

7. Nossas palavras são sábias, porque vêm do CRIADOR, descrevendo o sábio plano do ETERNO para nos levar às glórias vindas do céu. Esse plano estava oculto em tempos passados, embora tivesse sido preparado para nosso benefício antes que o mundo começasse. 

8. Entretanto, os grandes homens do mundo não o compreenderam; se tivessem compreendido, nunca haveriam crucificado o UL da Glória.

9. Este é o significado das Escrituras que dizem que nenhum mero homem jamais viu, ouviu, nem mesmo imaginou que coisas maravilhosas o CRIADOR preparou para aqueles que amam ao CRIADOR. 

10. Nós, porém, sabemos dessas coisas, porque o ETERNO enviou seu Espírito para nos informar, e seu Espírito investiga e nos revela todos os segredos mais profundos do ETERNO.

11. Ninguém, na verdade, pode saber o que outra pessoa está pensando, ou como ela é na realidade, senão a própria pessoa. E ninguém pode conhecer os pensamentos do ETERNO, a não ser o próprio Ru’kha UL’HIM. 

12. E o CRIADOR efetivamente nos deu do seu Espírito (não o espírito do mundo), para nos informar a respeito dos admiráveis dons de graça e bênção concedidos por Ele a nós. 

13. Ao falar a vocês acerca desses dons, temos empregado as próprias palavras que nos foram dadas pelo Santo Espírito/Rukha Kod’shua, e não palavras que nós, como homens, pudéssemos escolher. Assim, usamos as palavras do Santo Espírito/Rukha Kod’shua para explicar as realidades espirituais. 

14. Entretanto, o homem que não é messiânico não pode entender nem tampouco aceitar esses pensamentos do ETERNO, que nos são ensinados pelo Santo Espírito/Rukha Kod’shua. Parecem-lhe absurdo, porque só aqueles que têm o Santo Espírito/Rukha Kod’shua de si mesmos é que podem compreender o que o Santo Espírito/Rukha Kod’shua quer dizer. Os outros simplesmente não podem perceber.

15. O homem espiritual, porém, tem a percepção de todas as coisas e isso incomoda e confunde o homem do mundo, que não pode de maneira nenhuma entender o homem espiritual. 

16. E como é que poderia? Porque ele verdadeiramente nunca pôde conhecer os pensamentos do CRIADOR, nem discuti-los com Ele, nem tampouco mover as mãos do ETERNO através da oração. Mas, por estranho que pareça, nós, messiânicos, possuímos efetivamente dentro de nós uma parcela dos próprios pensamentos e da mente de hol’Mehushkyah.

Alef Qorintyah 3

1. QUERIDOS IRMÃOS, estou-lhes falando como se, na vida cristã, vocês ainda fossem apenas criancinhas, que não estão seguindo ao CRIADOR, mas os seus próprios desejos; não posso falar-lhes como falaria a messiânicos fortes, cheios do Espírito. 

2. Tenho precisado nutri-los com leite, e não alimento sólido, pois vocês não podiam digerir nada mais forte. E mesmo agora vocês ainda precisam ser alimentados com leite.

3. Vocês ainda são messiânicos de primeira infância apenas, controlados por seus próprios desejos e não pelos do ETERNO. Quando vocês sentem inveja uns dos outros e se dividem em grupos que guerreiam entre si, isso não é uma prova de que vocês ainda são crianças que só querem fazer a sua própria vontade? Vocês de fato estão agindo como gente que não pertence absolutamente ao CRIADOR. 

4. Vocês estão ai discutindo se eu sou maior do que Apolo ou não, e dividindo a igreja. Isso não mostra como vocês têm crescido pouco no CRIADOR?

5. Quem sou eu, e quem é Apolo, para que sejamos causa de uma discussão? Ora, nós somos apenas servos do ETERNO, cada um de nós com determinados talentos especiais. E com nossa ajuda é que vocês creram. 

6. Meu trabalho foi o de plantar a semente no coração de vocês, o de Apolo foi regá-la, porém foi o CRIADOR, e não nós, quem fez crescer a lavoura em seus corações. 

7. Uma pessoa que planta ou rega não é muito importante; o CRIADOR é que é importante, porquanto é Ele quem faz as coisas crescerem. 

8. Eu e Apolo trabalhamos em equipe, com o mesmo alvo, ainda que seremos recompensados pelo trabalho árduo que cada um de nós fizer. 

9. Nós dois somos apenas colaboradores. Vocês são lavoura do CRIADOR, não nossa; vocês são edifício do ETERNO, não nosso.

10. O CRIADOR, em sua bondade, ensinou-me a ser um construtor capaz. Eu assentei o alicerce e Apolo construiu sobre ele. Entretanto, aquele que constrói sobre o alicerce precisa tomar muito cuidado. 

11. Porque ninguém pode colocar qualquer outro alicerce verdadeiro além do que já possuímos: Yaohu’shua hol’ Mehushkyah. 

12. No entanto, existem vários tipos de materiais que podem ser usados para construir sobre esse alicerce. Alguns usam ouro, prata e pedras preciosas; e outros constroem com paus, com feno e até mesmo com palha! 

13. Está prestes a chegar um tempo de prova, no Dia do Julgamento por hol’Mehushkyah para verificar-se que tipo de material cada construtor usou. O trabalho de cada um será passado através do fogo, para que todos possam ver se ele conserva seu valor ou não; e o que, verdadeiramente, foi realizado. 

14. Então, todo construtor que edificou sobre o Alicerce com materiais certos, cujo trabalho ainda permanecer, esse receberá a sua recompensa. 

15. Entretanto, se a casa que ele edificou se queimar, ele terá um grande prejuízo. Ele mesmo será salvo, mas como um homem fugindo através duma barreira de chamas.

16. Vocês compreendem que todos juntos são a casa do CRIADOR, e que o Ru’kha UL’HIM vive entre vocês, em sua casa? 

17. Se alguém desonrar e estragar a casa do CRIADOR, o ETERNO o destruirá. Porque a casa do CRIADOR é santa e limpa, e vocês são essa casa.

18. Deixem de enganar-se a si mesmos. Se você pensa que tem sabedoria acima do normal, conforme avaliação pelos padrões deste mundo, faria melhor se pusesse tudo de lado e se tornasse um tolo, antes de permitir que isso o afastasse da verdadeira sabedoria do alto. 

19. A sabedoria deste mundo é loucura para o ETERNO. 

20. Tal como o livro de Jó/Yah’ov afirma, o CRIADOR usa a própria inteligência do homem para apanhá-lo; ele tropeça na sua própria mente humana; raciocine, quão louca e fútil ela é.

21. Portanto, não tenham orgulho de seguir os homens sábios deste mundo. Porque o CRIADOR já lhes deu tudo quanto vocês precisam. 

22. Ele deu-lhes Sha’ul, Apolo e Kafos para ajudá-los. Ele deu-lhes o mundo inteiro para usarem; e a vida e até a morte são servas de vocês. 

23. Ele deu-lhes todo o presente e todo o futuro. Tudo é de vocês, e vocês pertencem a hol’Mehushkyah, e hol’Mehushkyah é do ETERNO.

Alef Qorintyah 4

1. ASSIM, EU e Apolo devemos ser encarados como servos de hol’Mehushkyah; que distribuem as bênçãos do ETERNO explicando os segredos do ETERNO. 

2. Agora, a coisa mais importante a respeito de um servo é que ele faça exatamente o que seu dono mandar. 

3. E eu? Tenho sido um bom servo? Bem, não me preocupa o que vocês pensem disto, ou o que qualquer outro pensa. Não confio nem mesmo em meu próprio julgamento neste ponto. 

4. Minha consciência está limpa, mas mesmo isso não é a prova final. É o CRIADOR mesmo quem deve examinar-me e decidir.

5. Assim, tenham cuidado para não tirarem conclusões apressadas, antes da volta do CRIADOR, sobre se alguém é ou não um bom servo. Quando UL voltar, derramará luz sobre todas as coisas, a fim de que todos possam ver com exatidão o que cada um de nós realmente é, bem no íntimo do coração. Então todos saberão com que intento temos feito a obra do CRIADOR. Naquele momento UL dará a cada um o louvor que merecer.

6. Usei Apolo e a mim mesmo como exemplos, para ilustrar o que lhes digo: que vocês não devem ter preferências pessoais. Dentre aqueles que lhes ensinam a respeito do ETERNO, vocês não devem envaidecer-se mais de um do que de outro. 

7. Que é que faz vocês tão presunçosos? Que é que vocês têm que o CRIADOR não lhes tenha dado? E, se tudo quanto vocês têm vem do ETERNO, por que proceder como se tão grandes e como se tivessem realizado algo por si mesmos?

8. Parece que vocês pensam que já têm todo o alimento espiritual que precisam. Estão satisfeitos e espiritualmente fartos; como uns reis opulentos em seus tronos, deixando-nos bem para trás! Eu gostaria que, na realidade, vocês já estivessem em seus tronos, pois quando aquele momento chegar, podem estar certos de que nós também estaremos lá, reinando com vocês. 

9. Por vezes penso que o CRIADOR nos colocou a nós, os apóstolos, bem no fim da fila, como prisioneiros prestes a ser executados, postos como espetáculo no fim de uma parada de vitória; para sermos olhados tanto pelos homens como pelos Anjos.

10. A religião nos fez ridículos, dizem vocês, mas sem dúvida vocês todos são uns messiânicos tão sábios e tão sensatos! Nós somos fracos, mas vocês, não! Vocês são bem considerados, e nós, objeto de riso. 

11. Neste mesmo momento temos passado fome e sede, sem roupas suficientes para nos aquecermos. Temos sido empurrados dum lado para outro sem um lar que nos pertença. 

12. Temos trabalhado sem descanso com nossas próprias mãos, a fim de ganhar a vida. Temos abençoado aqueles que nos amaldiçoaram. Temos sido pacientes com aqueles que nos maltrataram. 

13. Temos respondido com mansidão quando se diziam coisas más a nosso respeito. Contudo, até o presente, somos como a sujeira debaixo dos pés; somos como lixo.

14. Não lhes estou escrevendo sobre estas coisas para envergonhá-los, mas para advertir e aconselhá-los como a filhos queridos. 

15. Ainda que vocês possam ter dez mil outros para ensiná-los a respeito de hol’Mehushkyah, lembrem-se que vocês têm só a mim como seu pai. Porque fui eu que os levei a hol’Mehushkyah quando lhes preguei o Evangelho. 

16. Portanto, suplico-lhes que sigam meu exemplo e façam como eu.

17. É exatamente por esta razão que eu lhes estou enviando Timóteo/Yaohu’tam: para ajudá-los a fazer isso. Ele é um daqueles que ganhei para hol’Mehushkyah; um filho querido no CRIADOR, e digno de toda confiança. Ele recordará a vocês o que eu ensino em todas as igrejas, em qualquer lugar aonde eu vou.

18-19. Eu sei que alguns de vocês se tornaram arrogantes, pensando que eu tenho medo de ir tratar com vocês. Porém eu irei, e dentro em breve, se o CRIADOR me permitir; então, verei se esses homens arrogantes têm só jactância ou se realmente possuem o poder do ETERNO. 

20. O reino do CRIADOR não é só falar; é viver pelo poder do ETERNO. 

21. Que é que vocês escolhem? Querem que eu vá com o castigo e repreensão, ou querem que eu vá com terno amor e bondade?

Alef Qorintyah 5

1. TODOS ESTÃO falando de algo terrível que aconteceu aí entre vocês, algo tão pecaminoso que nem mesmo os pagãos o fazem; é que vocês ainda conservam em sua igreja um homem que está vivendo em pecado com a mulher do seu próprio pai.

2. E vocês ainda são tão presunçosos, tão espirituais? Por que não estão se lamentando em tristeza e vergonha, e diligenciando para que esse homem seja tirado do rol de membros?

3-4. Embora eu não esteja aí com vocês, tenho pensado muito a este respeito e, em Nome do Maoro’eh Yaohu’shua hol’Mehushkyah, já decidi o que fazer, como se aí estivesse. Vocês devem convocar uma reunião da igreja – e o poder do Maoro’eh Yaohu’shua estará com vocês quando se reunirem, e eu também estarei aí, em Espírito. 

5. E expulsem esse homem da comunhão da igreja, entregando-o nas mãos de ha’satan, para castigá-lo, na esperança de que a sua vida será salva quando o nosso Maoro’eh Yaohu’shua hol’Mehushkyah voltar.

6. Que coisa terrível é vocês estarem gabando-se da sua própria pureza, enquanto deixam continuar esse estado de coisas. Vocês não compreendem que se permitirem que uma única pessoa continue pecando, logo todos estarão contaminados? 

7. Extirpem essa úlcera maligna esse mau indivíduo: do meio de vocês, a fim de que possam permanecer puros em hol’Mehushkyah, o Cordeiro do ETERNO, que foi imolado por nós. 

8. Portanto, celebremos a festa com esse Cordeiro, e cresçamos fortes na vida cristã, deixando para trás, completamente, a antiga vida cancerosa com todos os seus ódios e maldades. E em seu lugar, festejemos com o pão puro, da honra, da sinceridade e da verdade.

9. Quando lhes escrevi antes eu disse que não se misturassem com gente ruim. 

10. Porém, quando eu disse isso, não estava falando de descrentes que vivem em pecados sexuais, ou são trapaceiros gananciosos, ou ladrões, ou adoradores de ídolos. Porque vocês não podem viver neste mundo isolados de gente desse tipo. 

11. O que eu queria dizer era que vocês não devem fazer companhia a ninguém que se diz irmão em hol’Mehu-shkyah, porém cai em pecados sexuais, ou é ganancioso, ou é um caloteiro, ou adora ídolos, ou é um bêbado, ou um desaforado. Nem ao menos almocem com alguém dessa espécie.

12. Não é de nossa responsabilidade julgar os de fora. Mas não há dúvida de que é nossa obrigação julgar e tratar com rigor aqueles que são membros da igreja e estão pecando nessas coisas. 

13. Só UL é o Juiz daqueles que estão de fora. Mas vocês mesmos precisam falar com esse homem e ele deve ser posto fora da igreja.

Alef Qorintyah 6

1. QUE É ISTO, que vocês quando têm alguma coisa contra outro messiânico vão à justiça, e pedem a um tribunal pagão que decida a questão, ao invés de levá-la a outros messiânicos para decidirem quem de vocês é que está certo? 

2. Vocês não sabem quando virá o dia quando nós, os messiânicos, iremos julgar e governar o mundo? Assim sendo, parque é que não podem decidir nem mesma essas questiúnculas entre vocês mesmos? 

3. Vocês não entendem que nós, os messiânicos, julgaremos e recompensaremos até mesma os Anjos do céu? Portanto, vocês deveriam ser capazes de resolver seus problemas aqui na terra com toda a facilidade. 

4. Por que, então, ir a juízes de fora que nem mesmo são messiânicos? 

5. Estou tentando fazê-los sentir vergonha. Não existe ninguém, em toda a igreja, que seja bastante sábio para resolver essas disputas? 

6. Mas, em vez disso, um messiânico processa a outro e acusa a seu irmão em hol’Mehushkyah diante de descrentes.

7. Só a existência de tais demandas já é uma verdadeira derrota para vocês como messiânicos. Por que não receber simplesmente a ofensa, e deixá-la por isso mesmo? Seria muitíssimo mais honroso para o ETERNO que vocês sofressem o prejuízo. 

8. Entretanto, em vez disso, vocês mesmos são os que erram, prejudicando a outros, até à seus próprios irmãos.

9. Vocês então não sabem que os que fazem tais coisas não têm parte no reino do ETERNO? Não se enganem a si próprios. Aqueles Que vivem imoralmente: Que são adoradores de ídolos, adúlteros ou homossexuais: não terão parte no Seu reino. Nem tampouco os ladrões, os gananciosos, os bêbados, os caluniadores e os salteadores. 

11. Houve tempo quando alguns de vocês eram exatamente isso, porém agora seus pecadas foram lavados; vocês estão separados para o ETERNO, e Ele os aceitou devido ao que o Maoro’eh Yaohu’shua hol’Mehushkyah, no Espírito de nosso UL’HIM, fizeram por vocês. 

12. Possa fazer qualquer coisa que eu quiser se hol’Mehushkyah não tiver dito não; mas, algumas dessas coisas não são boas para mim. Mesmo que me seja permitido fazê-las, eu recusarei, se achar que elas poderão ter um tal domínio sobre mim que não poderei facilmente parar quando quiser. 

13. Por exemplo, tomemos a questão da comida. O CRIADOR nos deu apetite pelo alimento e estômago para digeri-lo. Isso, porém, não quer dizer que devamos comer mais do que precisamos. Não pensem em comer como sendo coisa importante, pois dia virá quando UL acabará tanto com o estômago quanto com o alimento. Já o pecado sexual nunca está certo: nossos corpos não foram feitos para isso, mas sim para o ETERNO, e o CRIADOR deseja encher os nossos corpos com Ele próprio.

14. E o ETERNO pelo Seu poder, levantará os nossos corpos dentre os mortos, tal como levantou o Maoro’eh Yaohu’shua hol’Mehushkyah. 

15. Vocês não compreendem que seus corpos são, na realidade, partes e membros de hol’Mehushkyah? Assim, poderia eu ser parte de hol’Mehushkyah e uni-lo a uma prostituta? Nunca! 

16. E vocês não sabem que, se um homem se unir a uma prostituta, ela se torna parte dele, e ele se torna parte dela? Porque o CRIADOR afirma na Escritura que aos seus olhos os dois se tornam uma só pessoa. 

17. Entretanto, se vocês se entregarem ao CRIADOR, vocês e hol’Mehushkyah se unem como uma só pessoa.

18. Eis porque eu digo: Fujam do pecado sexual. Nenhum outro pecado atinge o corpo como este. Quando vocês cometem este pecado, é contra o seu próprio corpo. 

19. Será que vocês não aprenderam ainda que o seu corpo dado pelo CRIADOR, é a morada do RUKHA-YAOHUH (YAOHUH UL’HIM, em Espírito, onipresente) e que ELES vivem dentro de vocês? Seu próprio corpo não lhes pertence.

 20. Porque UL comprou vocês por preço elevado. Portanto, usem todas as partes do seu corpo para render Glória ao CRIADOR, porque o corpo Lhe pertence.

Alef Qorintyah 7 

1. AGORA, quanto àquelas perguntas que vocês fizeram na última carta, minha resposta é que, se não se casarem, é bom. 

2. Geralmente, porém, é melhor ser casado; todo homem tendo sua própria esposa, e cada mulher tendo seu próprio marido, porque de outra forma vocês poderiam cair em pecado.

3. O homem deve dar à sua esposa tudo quanto é do direito dela como mulher casada, e a esposa deve fazer o mesmo com o seu marido: 

4. Pois uma moça que se casa não tem mais todo o direito sobre o seu próprio corpo, porque o marido tem também seus direitos sobre ele. E, do mesmo modo, o marido não tem mais todo o direito sobre o próprio corpo, pois ele pertence também à sua esposa. 

5. Portanto, não recusem tais direitos um ao outro. A única exceção a essa regra seria o acordo entre marido e mulher para se absterem dos direitos do casamento por tempo limitado, a fim de que possam se dedicar mais completamente à oração. Depois disso, eles devem unir-se novamente, para que ha’satan não possa tentá-los por causa da sua falta de autocontrole.

6. Não estou dizendo que vocês precisam se casar; mas, é certo que poderão, se assim o quiserem. 

7. Eu gostaria que todos pudessem ficar sem casar, tal como eu. Mas não somos todos iguais. O CRIADOR dá a alguns o dom de um marido ou uma esposa, e a outros, o de poderem ficar felizes como solteiros. 

8. Assim, digo àqueles que não são casados, e às viúvas: é melhor que fiquem sem se casar, se puderem, tal como eu. 

9. Entretanto, se não puderem controlar-se, sigam adiante e casem-se. É melhor casar-se do que arder em desejo.

10. Agora, para aqueles que são casados eu tenho uma ordem, não uma sugestão apenas. E não é uma ordem minha, pois isto é o que o próprio CRIADOR disse: a esposa não deve abandonar o marido. 

11. Entretanto, se ela está separada dele, que permaneça só, ou então volte para ele novamente. E o marido não deve divorciar-se da esposa.

12. Aqui eu gostaria de acrescentar algumas sugestões minhas; estas não são ordens diretas do CRIADOR, mas me parecem certas. Se um messiânico tiver uma esposa que não seja messiânica e ela quiser ficar com ele assim mesmo, ele não deve deixá-la nem divorciar-se dela. 

13. E se uma mulher cristã tiver um marido que não seja messiânico, caso ele queira que ela permaneça com ele, ela não deve deixá-lo. 

14. Porque talvez um marido que não seja messiânico poderá vir a sê-lo com a ajuda da esposa cristã. E a esposa que não seja cristã poderá vir a sê-lo com a ajuda do marido messiânico. Do contrário, se a família se separar, os filhos talvez nunca venham a conhecer o CRIADOR; ao passo que uma família unida poderá, nos planos do ETERNO, dar como resultado a salvação dos filhos.

15. No entanto, se o marido ou a esposa que não forem messiânicos estiverem ansiosos para ir embora, é permitido. Em tais casos, o marido ou a esposa cristã não deve insistir que o outro fique, pois o CRIADOR quer que seus filhos vivam em paz e harmonia. 

16. Porque, de mais a mais, não há certeza para vocês, esposas, que seus maridos se converterão, se ficarem; e o mesmo pode ser dito a vocês, maridos, com relação às suas esposas.

17. Mas, ao decidir tais assuntos, tenham certeza de que vocês estão vivendo como UL planejou, casando-se ou não se casando de acordo com a direção e ajuda divina, e aceitando qualquer situação em que o CRIADOR os colocar este é o meu critério para todas as igrejas.

18. Por exemplo, um homem que já passou pelo rito judaico da circuncisão antes de se tornar messiânico, não deve se preocupar com isso; e se não foi circuncidado, não deve fazê-lo agora. 

19. Porque não faz diferença alguma se um messiânico passou por esta cerimônia ou não. Entretanto, faz muita diferença se ele está agradando ao CRIADOR e guardando os mandamentos do ETERNO. Isso é que é importante.

20. De modo geral, uma pessoa deve continuar no trabalho que estava fazendo quando UL a chamou. 

21. Você é servo? Não deixe que isso o atormente mas naturalmente, se lhe vier a oportunidade de ficar livre, aproveite-a. 

22. Se o CRIADOR o está chamando e você é servo, lembre-se que hol’Mehushkyah o libertou do terrível poder do pecado; e se Ele o chamou e você é livre, lembre-se que, agora, você é servo de hol’Mehu-shkyah. 

23. Vocês foram comprados e o seu preço foi pago por hol’Mehushkyah; portanto, vocês pertencem a Ele: libertem-se agora de todas estas vaidades e temores terrenos. 

24. Portanto, queridos irmãos, em qualquer situação em que alguém estiver quando se torna messiânico, que fique onde está, pois agora o CRIADOR está ali para ajudá-lo.

25. Agora, procurarei responder à outra pergunta de vocês. E as moças que ainda não se casaram? Devem permitir-lhes que se casem? Não tenho um mandamento especial para elas, da parte do CRIADOR. Entretanto, em sua bondade, o CRIADOR me deu sabedoria na qual se pode confiar, e eu terei prazer em dizer-lhes o que penso.

26. Eis o problema: nós, os messiânicos, estamos enfrentando grandes perigos, neste momento, para nossas vidas. Em tempos como estes eu penso que o melhor para uma pessoa é continuar solteira. 

27. Naturalmente se você já estiver casado, não se separe só por esta razão. Mas se você não o estiver não se apressem em fazê-lo nesta época. 

28. Entretanto, se vocês, os homens, se decidirem a seguir adiante de qualquer maneira e casar agora, está bem; e se uma moça casar-se agora, não é pecado. Contudo, o casamento trará outros problemas que eu gostaria que vocês não precisassem enfrentar justamente agora.

29. A coisa importante é lembrar que o tempo que ainda nos resta é muito curto (bem como nossas oportunidades para fazer a obra do CRIADOR). Por esta razão, aqueles que têm esposa devem ficar, para o ETERNO, tão livres quanto possível; 

30. A felicidade, a tristeza ou a riqueza não devem impedir ninguém de fazer a obra do ETERNO. 

31. Os que estiverem em contacto frequente com as coisas empolgantes que o mundo oferece, devem usar bem suas oportunidades sem deter-se para se deleitarem com essas coisas; porque o mundo, em sua forma atual, bem depressa se acabará.

32. Em tudo quanto vocês fizerem, eu quero que estejam livres de preocupação. Um homem solteiro pode despender seu tempo realizando a obra do ETERNO e pensando no modo de agradá-Lo. 

33. Mas um homem casado não pode fazer isso tão bem; ele precisa pensar em suas responsabilidades aqui na terra e em como agradar a esposa. 

34. Seus interesses estão divididos. O mesmo acontece com uma jovem que se casa. Ela enfrenta o mesmo problema. Uma jovem não casada está ansiosa por agradar ao ETERNO em tudo quanto ela é ou faz. Uma mulher casada, porem, precisa considerar outras coisas, tais como o cuidado da casa, ou do que é que o marido gosta ou não gosta.

35. Digo-lhes isto para ajudá-los e não para impedi-los de casar. Quero que façam tudo quanto venha ajudá-los a melhor servir ao CRIADOR, tendo o mínimo possível de outras coisas para lhes distrair a atenção.

36. No entanto, se alguém sentir que deve casar-se porque tem dificuldade em controlar seus desejos, está certo, não é pecado; que se case. 

37. Mas se um homem tem força de vontade para não casar-se e decidir que ele não precisa fazê-lo e não o fará, tomou uma sabia decisão. 

38. Portanto, a pessoa que se casa faz bem e a que não se casa faz melhor ainda.

39. A esposa é parte do marido enquanto este viver; se o esposo morrer, ela então poderá casar-se novamente, mas somente se casar com um messiânico. 

40. Mas, na minha opinião, ela será mais feliz se não se casar de novo; e eu penso que estou dando a vocês um conselho da parte do Ru’kha UL’HIM quando digo isso.

Alef Qorintyah 8

1. A SEGUIR VEM a pergunta de vocês a respeito de comer alimentos que foram sacrificados aos ídolos. Quanto a esse assunto cada um acha que só a sua própria resposta é que está certa! Mas, embora ser um sabe-tudo nos faça sentir-nos importantes, o que é preciso, na realidade, para edificar a igreja, é o amor. 

2. Se alguém pensa que sabe todas as respostas, está apenas mostrando sua própria ignorância. 

3. Aquele, porém, que verdadeiramente ama ao CRIADOR, esse está em condições de receber o conhecimento vindo do ETERNO.

4. Agora, pois, que dizer sobre isso? Devemos comer carne sacrificada aos ídolos? Ora, todos sabemos que um ídolo não é realmente um Criador, e que há um único que é ETERNO e nenhum outro. 

5. De acordo com algumas pessoas, há uma grande quantidade de ídolos, tanto no Céu como na Terra. 

6. Nós, porém, sabemos que há um só que é ETERNO, o Pai/YAOHU-ABI de quem é todas as coisas e para quem existimos; e um só Maoro’eh, Yaohu’shua hol’ Mehushkyah, que fez todas as coisas e nos dá a vida.

7. Contudo, alguns messiânicos não compreendem isso. Foram acostumados a pensar nos ídolos como se tivessem vida, e que a comida oferecida a eles estava sendo oferecida a ídolos vivos. Assim, que comem desse alimento oferecidos à eles, isso os inquieta e fere sua consciência sensível. 

8. Lembrem-se tão somente que o CRIADOR não se importa se comemos isso – ofertado aos ídolos – ou não. Não ficaremos piores se não o comermos, nem melhores se o comermos. 

9. Tenham cuidado, entretanto, para não usarem sua liberdade para comê-lo, a fim de não levarem algum irmão em hol’Mehushkyah, cuja consciência é mais fraca do que a de vocês, a cometer pecado.

10. Vejam, é isto o que pode acontecer: alguém que pensa que está errado comer desse alimento, verá vocês comendo à mesa em um Templo, pois vocês sabem que não há nenhum mal nisso [são apenas ídolos]. Então ele terá bastante coragem para também fazer o mesmo. Entretanto, durante todo o tempo ele ainda sentirá que isso está errado. 

11. Assim, porque vocês sabem que está certo fazê-lo, serão responsáveis por causar um grave dano espiritual a um irmão cuja consciência é sensível, e porque em hol’Mehushkyah morreu. 

12. E pecar contra seu irmão, encorajando-o a fazer algo que ele pensa que está errado, é um pecado contra hol’Mehushkyah. 

13. Portanto, se comer carne oferecida a ídolos fizer meu irmão pecar, não comerei nem um pedacinho em toda a minha vida, porque não quero feri-lo, de maneira alguma.

Alef Qorintyah 9

1. EU SOU UM apóstolo, um mensageiro do ETERNO, e não é a um mero homem que eu tenho de prestar contas. Sou alguém que realmente viu Yaohu’shua, nosso CRIADOR, com os próprios olhos. E as vidas transformadas de vocês é o resultado do meu árduo trabalho para o ETERNO. 

2. Se na opinião de outros eu não sou apóstolo certamente que o sou para vocês, pois vocês foram ganhos para hol’Mehushkyah por meu intermédio. 

3. Essa é minha resposta àqueles que questionam os meus direitos.

4. Ou será que eu não tenho direito algum? Será que não posso pretender o mesmo privilégio dos outros apóstolos, o de ser hóspede na casa de vocês? 

5. Se eu tivesse uma esposa, e ela fosse uma crente, eu não poderia levá-la nessas viagens, tal como fazem os outros discípulos e como fazem os irmãos do CRIADOR, e como Kafos faz? 

6. Será que só eu e Barnabé/Bornaví devemos continuar a trabalhar para nosso sustento, enquanto vocês mantêm esses outros? 

7. Qual o soldado no exército que tem de pagar suas próprias despesas? Vocês já ouviram falar de um lavrador que levante a sua colheita e não tem direito de comer parte dela? Qual o apascentador que toma conta de um rebanho de ovelhas e vacas, e não tem permissão de tomar de seu leite? 

8. Não estou simplesmente citando as opiniões dos homens quanto àquilo que está certo. Estou-lhes dizendo o que a lei do ETERNO diz. 

9. Na lei que o CRIADOR deu a Mehu’shua, Ele disse que não se deve pôr mordaça num boi para impedir que ele coma, quando está trilhando o trigo. Vocês acham que o CRIADOR estava pensando só nos bois quando disse isso? 

10. Será que Ele não estava pensando em nós também? Naturalmente que sim. Ele disse isso para mostrar-nos que os obreiros messiânicos devem ser pagos por aqueles a quem ajudam. Aqueles que aram e debulham, devem esperar receber uma parte da colheita.

11. Nós temos plantado boa semente espiritual em suas vidas. Será demais pedir, em retribuição, o simples alimento e o vestuário? 

12. Vocês dão isso aos outros que pregam a vocês, e é justo. Mas não deveríamos nós ter ainda direito a eles? No entanto, nunca usamos tal direito, mas atendemos às nossas próprias necessidades sem ajuda de vocês. Nunca exigimos pagamento de qualquer espécie temendo que, se o fizéssemos, vocês pudessem ficar menos interessados na nossa mensagem da parte de hol’Mehushkyah para vocês.

13. Vocês não sabem que o CRIADOR disse aos que trabalhavam no seu Templo que, dos alimentos levados ali como ofertas a Ele, tirassem uma parte para suas próprias necessidades? E os que trabalham no altar divino recebem uma parte do alimento que é levado ali por aqueles que o oferecem ao CRIADOR. 

14. Do mesmo modo, o CRIADOR deu ordens para que, aqueles que pregam o Evangelho, sejam sustentados por aqueles que o aceitam. 

15. Contudo, eu nunca lhes pedi nem ao menos um centavo. E não lhes escrevo isso para insinuar que gostaria de começar a ser pago agora. De fato, eu preferiria morrer de fome a perder a satisfação que encontro em pregar a vocês sem cobrar nada. 

16. Porque justamente pregar o Evangelho não é nenhum mérito, especial para mim: eu não poderia deixar de pregá-lo mesmo que o quisesse. Eu seria completamente infeliz. Ai de mim se não o fizer!

17. Se eu estivesse oferecendo voluntariamente meus serviços de minha própria e espontânea vontade, então UL me daria uma recompensa especial; essa, porém, não é a situação, pois o CRIADOR me escolheu e me impôs este dever sagrado, e assim não tenho escolha. 

18. Nesse caso, qual o meu pagamento? É a alegria especial que eu obtenho ao pregar as Boas Novas sem despesas para ninguém, e nunca exigindo os meus direitos.

19. E isso tem uma real vantagem: eu não sou obrigado a obedecer a quem quer que seja só por que me paga salário; entretanto, alegre e livremente me tornei servo de todos, a fim de poder ganhá-los para hol’Mehu-shkyah. 

20. Quando estou com os yaohu’dins, pareço-me um deles, para que eles escutem o Evangelho e eu possa ganhá-los para hol’Mehushkyah. Quando estou entre os yaoshorul’itas que seguem as cerimônias e costumes yaohu’dins, não discuto com eles, embora não concorde, porque desejo ajudá-los. 

21. Quando estou com os pagãos, concordo com eles tanto quanto possível, com a exceção naturalmente de que, como messiânico, eu devo fazer sempre o que é correto. E assim, concordando com eles, posso ganhar sua confiança e ajudá-los também.

22. Quando estou com aqueles cuja consciência facilmente os inquieta, não ajo como se eu soubesse tudo e não digo que eles são tolos; o resultado é que assim eles estão dispostos a me deixar ajudá-los. Sim, qualquer que seja o tipo de pessoa, eu procuro achar um terreno comum com ela, para que me permita falar-lhe de hol’Mehushkyah e permita a hol’Mehushkyah salvá-la. 

23. Faço isso para levar o Evangelho a eles e também pela bênção que eu próprio recebo, quando os vejo ir a hol’Mehushkyah.

24. Numa corrida todos correm, porém só uma pessoa consegue o primeiro prêmio. Portanto, disputem sua corrida para ganhar. 

25. Para vencer a competição vocês precisam renunciar a muitas coisas que os impediriam de fazer o melhor que podem. Um atleta faz todo esse sacrifício só para ganhar uma faixa azul ou uma taça de prata, porém nós o fazemos por uma recompensa vinda do céu que nunca perecerá. 

26. Portanto, eu corro direto para o alvo, com esse propósito em cada passo. Eu luto para ganhar. Não estou apenas esmurrando uma sombra ou correndo de brincadeira. 

27. Eu castigo meu corpo como um atleta faz tratando-o com dureza; treinando-o para fazer o que deve, e não aquilo que ele deseja. De outro modo, eu temo que, depois de ter inscrito os outros para a corrida, eu mesmo seja considerado incapaz, e me mandem ficar de lado.

Alef Qorintyah 10

1. NUNCA DEVEMOS esquecer amados irmãos, aquilo que aconteceu ao nosso povo no deserto, há muito tempo. O ETERNO o guiou enviando uma Nuvem que se movia à frente deles. Assim, Ele os levou a todos em segurança através das águas do Mar Vermelho. 

2. Isso poderia ser chamado de sua imersão: imersos tanto no mar como na Nuvem! como seguidores de Mehu’shua: sua submissão a ele como seu líder. 

3-4. E, por um milagre, o CRIADOR lhes enviou alimento para comerem e para beberem lá no deserto; eles beberam da água que hol’Mehushkyah lhes deu. Ele [o CRIADOR] estava lá com eles, como uma poderosa Rocha de refrigério espiritual. 

5. Entretanto depois de tudo isso, a maior parte deles não obedeceu ao CRIADOR, e Ele os destruiu no deserto.

6-7. Com esta lição somos advertidos de que não devemos desejar coisas más, como eles fizeram, nem adorar ídolos, como eles adoraram. (As Escrituras nos dizem que o povo se sentou para comer e beber e depois se levantou para dançar em adoração ao bezerro de ouro).

8. Outra lição para nós foi o que sucedeu quando alguns deles pecaram com as esposas de outros homens, e 23.000 caíram mortos num só dia. 

9. E não ponham à prova a paciência do CRIADOR: eles fizeram, e morreram de picadas de cobras. 

10. Não murmurem contra o CRIADOR e sua maneira de tratar vocês, tal como fizeram alguns deles; porque foi por isso que o CRIADOR enviou seu Anjo para destruí-los.

11. Todas essas coisas sucederam a eles, como exemplos, como lições objetivas para nós, a fim de advertir-nos contra a pratica das mesmas coisas; foram escritas para que pudéssemos ler a respeito delas e delas aprender nestes últimos dias enquanto o mundo se aproxima do fim.

12. Portanto, tenham cuidado. Se você está pensando: Eu nunca faria uma coisa dessas que isso lhe sirva de advertência. Porque você também pode cair em pecado. 

13. Lembrem-se, porém disso os maus desejos que penetram na vida de vocês não têm nada de novo nem de diferente. Muitos outros enfrentaram exatamente os mesmos problemas antes de você. E nenhuma tentação é irresistível. Vocês podem confiar que o CRIADOR impedirá que a tentação se torne tão forte que não as possam enfrentar; visto que Ele assim prometeu e cumprirá o que diz. Eles lhes mostrará como fugir do poder da tentação, para que vocês possam aguenta-la com paciência. 

14. Portanto, queridos amigos, evitem atenciosamente prestar adoração a ídolos de qualquer espécie.

15. Vocês são inteligentes. Averigúem e vejam por si mesmos se não é verdade o que eu agora vou dizer. 

16. Quando pedimos a bênção do CRIADOR sobre o que bebemos do cálice de vinho à mesa do ETERNO, isto significa que todos quantos bebem dele estão participando juntos da bênção do sangue de hol’Mehu-shkyah; não é? E quando partimos os pedaços de pão para comer juntos ali, isto mostra que estamos participando conjuntamente dos benefícios de seu corpo. 

17. Não importa quantos sejamos, todos nós comemos do mesmo pão; demonstrando assim que todos somos partes do corpo único de hol’Mehushkyah. 

18. E, entre o povo yaohu’dim, todos os que comem dos sacrifícios estão unidos por esse ato.

19. Que é que estou procurando dizer? Estou acaso dizendo que os ídolos, a quem os pagãos levam sacrifícios, têm vida realmente e são criadores de verdade, e que esses sacrifícios têm algum valor? Não, absolutamente. 

20. O que estou dizendo é que aqueles que oferecem alimentos a estes ídolos, estão unidos no sacrifício aos demônios, e não ao CRIADOR, certamente. Não desejo que nenhum de vocês seja participante com os demônios ao comer, junto com os pagãos, da mesma comida que foi oferecida aos ídolos. 

21. Vocês não podem beber do cálice à mesa do ETERNO e também à mesa de ha’satan. Não podem comer pão tanto à mesa do ETERNO como à mesa de ha’satan.

22. Como é? Vocês estão tentando UL a irar-se contra vocês? Vocês são mais fortes do que Ele? 

23. Não há dúvida que vocês são livres para comer alimentos oferecidos aos ídolos, se assim o quiserem; não é contra a lei do ETERNO comer tal carne, porém isso não significa que vocês devem ir adiante e fazê-lo. Pode ser perfeitamente legal, mas pode não ser a melhor coisa, nem tampouco ser proveitoso.

24. Não pensem só em si mesmos. Procurem pensar no seu semelhante também e no que é melhor para ele.

25. Eis o que vocês devem fazer: Levem qualquer carne [limpa] que precisem e que seja vendida no mercado. Não perguntem se foi oferecida aos ídolos ou não; para que a resposta não lhes fira a consciência. 

26. Por que a terra e todas as boas coisas que nela estão pertencem ao CRIADOR e existem para vocês desfrutarem delas.

27. Se alguém que não é messiânico convidá-los para jantar, vão, aceitem o convite, se assim o desejarem. Comam de tudo quanto estiver sobre a mesa, porém não perguntem nada a respeito. Dessa maneira vocês não saberão se aquilo foi utilizado como sacrifício aos ídolos ou não, nem se arriscarão a ter a consciência pesada por haver comido. 

28. Entretanto, se alguém avisar-lhes que essa carne foi oferecida aos ídolos, então não a comam, por causa do homem que lhes disse isso e da consciência dele. 

29. Neste caso o sentimento dele com respeito a isso é que é importante não o de vocês. Mas, poderá você perguntar, por que eu devo ser dirigido e limitado por aquilo que outrem pensa? 

30. Se eu posso agradecer ao CRIADOR esse alimento e saboreá-lo, por que permitir que alguém estrague tudo, só porque pensa que eu estou errado? 

31. Bem vou dizer-lhes a razão. É que vocês devem fazer tudo para a Glória do ETERNO, até mesmo ao comer e ao beber. 

32. Portanto, não seja pedra de tropeço para ninguém, quer sejam eles yaohu’dins, yaoshorul’itas ou messiânicos. 

33. Esse é o plano que eu também sigo. Procuro agradar a todos em tudo quanto faço, não fazendo aquilo de que gosto, mas que é o melhor para eles, a fim de que possam ser salvos.

Alef Qorintyah 11

1. E VOCÊS DEVEM seguir meu exemplo, como eu sigo o de hol’Mehushkyah;

2. Estou muito contente, amados irmãos, porque vocês têm-se lembrado e têm feito tudo quanto eu lhes ensinei. 

3. Entretanto, há um assunto acerca do qual quero lembrá-los: que a esposa é responsável perante o marido; o marido é responsável perante hol’Mehushkyah; e hol’Mehushkyah é responsável perante o ETERNO. 

4. Eis porque, se um homem recusar-se a tirar o chapéu ou cobre-se enquanto está orando ou pregando, desrespeita a hol’Mehushkyah. 

5. E uma mulher que, em público, ora ou fala em Shuam (nome) de UL com a cabeça descoberta desconsidera o seu marido, porque é como se tivesse a cabeça raspada. 

6. E se ela recusar cobrir-se com um véu, então que raspe também o cabelo. Mas, se é uma vergonha uma mulher ter a cabeça raspada, então que a cubra com o véu.

7. Um homem, porém, não deve usar nada na cabeça (quando está no culto, pois o chapéu é um sinal de sujeição aos homens e não ao CRIADOR). A Glória do ETERNO é o homem feito à Sua imagem, e a Glória do homem é a mulher. 

8. O primeiro homem não veio da mulher, e sim a primeira mulher veio do homem. 

9. E Adão/Adan, o primeiro homem, não foi feito para o bem de Eva/Khav’yah e sim Eva/Khav’yah é que foi feita para o bem de Adão/Adan. 

10. Assim, uma mulher deve cobrir a cabeça como sinal de que está sob a autoridade do homem; uma condição para todos os Anjos notarem e se regozijarem.

11. Lembrem-se, porém, que no plano do ETERNO o homem e a mulher precisam um do outro. 

12. Pois embora a primeira mulher tenha vindo do homem, todos os homens nasceram de mulher desde então, e tanto os homens como as mulheres vêm de UL, seu CRIADOR.

13. Que pensam vocês realmente disso? Está certo uma mulher orar em público sem cobrir a cabeça? 

14-15. O nosso instinto não nos ensina que a cabeça da mulher deve estar coberta? As mulheres devem sentir orgulho do seu cabelo comprido, enquanto que para os homens é vergonhoso o cabelo muito comprido e semelhante ao das mulheres.

16. Entretanto, se alguém deseja questionar a este respeito, tudo o que posso dizer é que nunca ensinamos nada mais do que isto: que uma mulher deve cobrir-se quando está profetizando ou orando em público na igreja. E todas as igrejas pensam da mesma maneira acerca disso.

17. A seguir, em minha lista de assuntos para escrever-lhes a respeito, vem outra coisa com que não posso concordar. Parece que, quando vocês se reúnem para os cultos de comunhão, o resultado é mais prejudicial do que benéfico. 

18. Todo mundo está sempre me contando sobre as discussões que se dá durante essas reuniões, e das divisões que surgem entre vocês; e eu posso realmente quase acreditar.

19. Mas suponho que vocês acham que isso é necessário, para que vocês que sempre estão certos, sejam conhecidos e aceitos como tais!

20. Quando vocês se reúnem para comer, não é a Ceia do CRIADOR que estão comendo.

21. Mas sim a de vocês mesmos. Disseram-me que cada um engole apressadamente toda a comida que pode, sem esperar para repartir com os outros, de tal maneira que um não consegue obter o suficiente e sai com fome, e quanto outro tem demais para beber e até fica bêbado. 

22. Como é? Isso é verdade realmente? Vocês não podem comer e beber em casa, para evitar desmoralização para a igreja e para não envergonhar aqueles que são pobres e não podem levar nem uma comida? Que esperam que eu diga a respeito dessas coisas? Ora, é claro que não vou elogiá-los!

23-24. Pois isto é o que o próprio CRIADOR disse com relação à Sua mesa, e que eu antes já lhes havia transmitido: Que na noite em que Judas/Yaou’dah O traiu, o CRIADOR tomou o pão, e, depois de haver agradecido ao ETERNO, partiu-o e o deu aos seus discípulos, dizendo: Tomem isto e comam. Isto é o meu corpo, que é entregue por vocês. Façam isto para se lembrarem de mim. 

25. De igual modo, Ele tomou o cálice de vinho depois da ceia, dizendo: Este cálice é a renovação do Contrato entre o ETERNO e você, estabelecido e posto em vigor por meio do Meu sangue [Dan]. Pensem nisto, em memória de mim, toda vez que o beberem. 

26. Porque cada vez que vocês comerem esse pão e beberem esse cálice, estão repetindo a mensagem da morte do CRIADOR, morte que Ele sofreu por vocês. Façam isto até que Ele volte de novo.

27. Portanto, se alguém comer esse pão e beber desse cálice do CRIADOR duma forma indigna, é culpado de pecado contra o corpo e o sangue do CRIADOR. 

28-29. E eis porque um homem deve examinar-se cuidadosamente a si próprio, antes de comer o pão e beber do cálice. Porque se ele comer o pão e beber do cálice indignamente, sem pensar no corpo de hol’Mehushkyah e no que ele significa, está comendo e bebendo o julgamento do Criador sobre Ele próprio; está gracejando com a morte de hol’Mehushkyah. 

30. É por isso que muitos de vocês estão fracos e doentes, e alguns até mesmo já morreram.

31. Entretanto, se vocês se examinarem cuidadosamente a si mesmos antes de comer, não precisarão ser julgados e punidos. 

32. Contudo, quando somos julgados e castigados pelo CRIADOR, é para não sermos condenados com o resto do mundo. 

33-34. Assim, queridos irmãos, quando se reunirem para a Ceia do CRIADOR: no culto da comunhão: esperem uns pelos outros; se alguém estiver mesmo com fome, que primeiro coma em casa, para não atrair castigo sobre si próprio quando vocês todos se reunirem. Falarei com vocês a respeito de outros assuntos depois que chegar ai.

Alef Qorintyah 12

1. E AGORA, irmãos, quero escrever sobre as capacidades especiais que o Santo Espírito/RÚKHA-UL’HIM dá a cada um de vocês, pois não desejo nenhum mal entendido a respeito delas. 

2. Vocês estarão lembrados de que, antes de se tornarem messiânicos, andavam para lá e para cá, de um ídolo a outro, nenhum dos quais podia falar uma única palavra. 

3. Agora, porém, vocês estão encontrando pessoas que alegam que transmitem mensagens da parte do Ru’kha UL’HIM. Como é que vocês podem saber se elas são realmente inspiradas pelo CRIADOR ou se são embusteiras? Eis o critério: Ninguém, falando pelo poder do Ru’kha UL’HIM, pode amaldiçoar Yaohu’shua, e ninguém pode dizer, Yaohu’shua é CRIADOR e expressar isso realmente sem que o Santo Espírito/RUKHA UL’HIM o esteja ajudando.

4. Ora, o CRIADOR nos dá muitos tipos de capacidades especiais, porém é o mesmo RÚKHA-UL’HIM (YAOHUH UL’HIM, em Espírito, onipresente) que é a fonte de todas elas. 

5. Há diferentes espécies de serviço ao CRIADOR, porém é ao mesmo CRIADOR que estamos servindo. 

6. Há muitos modos pelos quais o CRIADOR opera em nossas vidas, porém é o mesmo UL quem faz a obra em nós e através de todos nós, os que Lhe pertencemos. 

7. O RUKHA [Yaohu’shua] manifesta o Seu poder através de cada um de nós como um meio de ajudar a toda a igreja.

8. A uma pessoa o RUKHA concede a capacidade de dar conselhos sábios; um outro pode ser particularmente apto para estudar e ensinar, e este é o seu dom vindo do mesmo RUKHA. 

9. Ele dá uma fé toda especial a outro, e a outra mais o poder de curar os doentes. 

10. A alguns Ele dá o poder de fazerem milagres; e a outros o poder de profetizar e pregar. Ele dá a outros, ainda o poder de conhecer se são maus espíritos que estão falando através daqueles que afirmam proclamar as mensagens do ETERNO: Ou se realmente é o Ru’kha UL’HIM quem está falando. Ainda outra pessoa pode falar em línguas que jamais aprendeu; e outros, que tampouco conhecem a língua, recebem o poder de compreenderem o que ela está dizendo. 

11. É o mesmo e único RUKHA/Espírito que dá todos esses dons e poderes, decidindo qual é o que cada um de nós deve ter.

12. Nossos corpos têm muitos membros, porém esses muitos membros formaram um só corpo quando são todos postos juntos. Assim acontece com o corpo de hol’Mehushkyah. 

13. Cada um de nós é um membro deste corpo único; de hol’Mehushkyah. Alguns de nós somos yaohu’dins; outros, yaoshorul’itas; alguns somos escravos e outros, livres. Entretanto, o Santo Espírito/Rukha Kod’shua juntou-nos todos num só corpo. Fomos imersos no corpo de hol’Mehushkyah pelo único RUKHA/Espírito, e todos recebemos desse mesmo RUKHA/Espírito.

14. Ora, o corpo possui muitos membros, e não um só. 

15. Se o pé disser: Não sou membro do corpo porque não sou mão, nem por isso deixa de ser um membro do corpo. 

16. E que pensariam vocês se ouvissem uma orelha dizer: Não sou membro do corpo, porque sou apenas orelha, e não olho? Será que isso a faria menos parte do corpo? 

17. Suponhamos que o corpo inteiro fosse um olho: então como é que vocês ouviriam? Ou, se o corpo todo de vocês fosse uma orelha enorme, como é que vocês poderiam sentir o cheiro de alguma coisa?

18. Entretanto, não foi desse jeito que o CRIADOR nos fez. Ele criou muitos membros para os nossos corpos e colocou cada um desses membros onde os deseja. 

19. Que coisa esquisita seria um corpo, se tivesse um único membro! 

20. Assim foi que Ele fez muitos membros, mas ainda é um corpo só.

21. Olho nunca pode dizer à mão: Não preciso de você. A cabeça não pode dizer aos pés não preciso de vocês.

22. E alguns dos membros que parecem ser os mais fracos e menos importantes são, na realidade, os mais necessários. 

23-24. Sim, e nós estamos especialmente contentes por termos alguns membros que parecem um tanto estranhos! E protegemos, com todo o cuidado, dos olhares dos outros, esses membros que não devem ser vistos, enquanto que, os membros que podem ser vistos naturalmente, não exigem este cuidado especial. Assim, o CRIADOR armou o corpo de maneira tal que se dão um cuidado e uma honra especiais àqueles membros que, de outro modo poderiam parecer menos importantes. 

25. Isso produz harmonia entre os membros, que assim têm, uns para com os outros, o mesmo cuidado que têm consigo mesmos. 

26. Se um membro sofrer, todos os outros sofrem com ele, e se um membro for honrado, todos os outros ficam satisfeitos.

27. Agora, eis o que eu estou procurando dizer: todos vocês juntos são o corpo único de hol’Mehushkyah, e cada um de vocês é um membro separado e necessário dEle. 

28. Eis uma lista de alguns dos membros que Ele pôs em sua Igreja/Kehiláh, que é o seu corpo: Apóstolos; Profetas; Os que pregam a palavra do ETERNO; Professores; Os que fazem milagres; Os que têm o dom de cura; Os que podem ajudar aos outros; Os que podem fazer que outros trabalhem juntos; Os que falam línguas que nunca aprenderam; etc.

29. Todos são apóstolos? Naturalmente que não são. São todos pregadores? Não. Todos são professores? Todos têm poder de fazer milagres? 

30. Todos podem curar enfermos? É claro que não. O CRIADOR dá a todos nós o poder de falar em línguas que nunca aprendemos antes? Qualquer um pode entender e traduzir o que aqueles que têm esse dom de línguas estrangeiras estão dizendo? 

31 Não, mas façam o máximo para ter os dons mais importantes desses todos. Porém, primeiramente eu quero falar-lhes sobre uma outra coisa que é melhor do que qualquer um deles!

Alef Qorintyah 13

1. SE EU TIVESSE o dom de falar em outras línguas sem tê-las aprendido, se pudesse falar em qualquer idioma que há em toda a terra ou no céu e no entanto, não amasse os outros, eu estaria só fazendo barulho. 

2. Se eu tivesse o dom de profetizar, e conhecesse tudo sobre o que vai acontecer no futuro, soubesse tudo sobre todas as coisas, e contudo não amasse os outros, que bem faria isso, mesmo que eu tivesse o dom da fé, a ponto de poder falar a uma montanha e fazê-la sair do lugar, ainda assim eu não valeria absolutamente nada sem amor. 

3. Se eu desse aos pobres tudo quanto tenho e fosse queimado vivo por pregar o Evangelho, e contudo não amasse os outros, isso não teria valor algum.

4-5. O amor é muito paciente e bondoso, nunca é invejoso ou ciumento, nunca é presunçoso nem orgulhoso, nunca é arrogante, nem egoísta, nem tampouco rude. O amor não exige que se faça o que ele quer. Não é irritadiço, nem melindroso. Não guarda o rancor e dificilmente notará o mal que outros lhe fazem. 

6. Nunca está satisfeito com a injustiça, mas se alegra, quando a verdade triunfa. 

7. Se você amar alguém, será verdadeiro para com ele, custe o que custar. Sempre acreditará nele, sempre esperará o melhor dele, e sempre se manterá em sua defesa.

8. Todos os dons e poderes especiais que vêm do ETERNO terminarão um dia, porém o amor continuará para sempre. Algum dia a profecia, o falar em línguas desconhecidas e a sabedoria especial: Os dons desaparecerão. 

9. Porquanto agora sabemos muito pouco, mesmo com nossos dons especiais; e a pregação dos mais dotados é ainda muito imperfeita. 

10. Entretanto, quando tivemos sido feitos completos e aperfeiçoados, então cessará a necessidade desses dons especiais e insuficientes, e eles desaparecerão.

11. É como neste caso: quando eu era criança, falava, pensava e raciocinava como criança. Mas quando me tornei homem, meus pensamentos se desenvolveram muito além dos pensamentos da minha infância, e agora eu deixei as coisas de criança. 

12. De igual modo, agora só podemos ver e compreender um pouquinho a respeito do ETERNO, como se estivéssemos observando seu reflexo num espelho muito ruim; mas o dia chegará quando O veremos integralmente, face a face. Tudo quanto sei agora é obscuro e confuso, mas depois verei tudo com clareza, tão claramente como UL está vendo agora mesmo o interior do meu coração.

13. Há três coisas que perduram: a fé, a esperança e o amor: e a maior destas é o amor.

Alef Qorintyah 14

1. QUE O AMOR seja o maior alvo de vocês; contudo, peçam também as capacidades especiais concedidas pelo Santo Espírito/Rukha Kod’shua, particularmente o dom de profecia, para serem capazes de pregar as mensagens do ETERNO.

2. Entretanto, se você tem o dom de falar línguas, isto é, falar línguas que nunca aprendeu, você estará falando ao CRIADOR; mas não aos outros, visto que eles podem não compreendê-lo. Você poderá estar falando pelo poder do Espírito, mas tudo será um segredo para eles.

3. Entretanto, aquele que profetiza, pregando as mensagens do ETERNO, está ajudando os outros a crescer no CRIADOR, animando-os e confortando-os. 

4. Portanto, uma pessoa que fala línguas está ajudando-se a si mesma, porém uma que profetiza, pregando mensagens do ETERNO, ajuda toda a igreja a crescer em santidade e felicidade.

5. Eu gostaria que todos vocês tivessem o dom de falar línguas, porém desejaria ainda mais que todos fossem capazes de profetizar, pregando mensagens do ETERNO, pois este é um poder maior e mais útil do que falar línguas estrangeiras; a não ser, naturalmente, que depois alguém possa dizer a todos o que vocês estavam falando, a fim de que eles possam tirar disso algum proveito.

6. Queridos amigos, ainda que eu mesmo fosse a vocês falando nalguma língua que ninguém compreendesse, como é que isso os ajudaria? Entretanto, se eu falar com simplicidade o que o CRIADOR me revelou, contando-lhes as coisas de que tenho conhecimento, e aquilo que vai acontecer, bem como as grandes verdades da Palavra do ETERNO: é isso o que vocês precisam: isto, sim, é que vai ajudá-los. 

7. Mesmo os instrumentos musicais: tais como, a flauta ou a harpa: são exemplos da necessidade de falar-se a língua corrente e simples, em vez de línguas desconhecidas. Pois ninguém reconhecerá a melodia que a flauta está tocando, a não ser que cada nota soe bem claro. 

8. E se o corneteiro do exército não tocar as notas certas, como é que os soldados saberão que estão sendo chamados para a batalha? 

9. Do mesmo modo, se vocês falarem a uma pessoa numa língua que ela não entende, como saberá o que vocês querem dizer? Será a mesma coisa que falar a uma sala vazia.

10-11. Eu suponho que há centenas de línguas diferentes neste mundo, e todas são excelentes para aqueles que as compreendem; para mim, porém, não significam nada. Uma pessoa que me fale numa dessas línguas será um estranho para mim, e eu também serei um estranho para ela. 

12. Já que vocês se encontram tão ansiosos para receber dons especiais do Santo Espírito/Rukha Kod’shua, peçam-Lhe os melhores, isto é, aqueles que serão de ajuda real para toda a igreja.

13. Se alguém receber o dom de falar línguas estrangeiras, deverá orar também pelo dom de saber o que disse, a fim de que possa depois explicar ao povo com simplicidade.

14. Porque se eu orar numa língua que não compreendo, meu espírito estará orando, mas eu mesmo não saberei o que estou dizendo. 

15. Bem, então que devo fazer? Farei as duas coisas. Orarei no espírito e também no idioma comum que todos compreendem. Cantarei no espírito e também no idioma comum, a fim de poder entender o louvor que eu próprio estou dando. 

16. Pois se vocês louvarem e agradecerem ao CRIADOR só com o espírito, como pode aqueles que não compreendem vocês, estar louvando ao CRIADOR juntamente com vocês? Como podem eles unir-se a vocês para dar graças, quando não sabem o que vocês estão dizendo? 

17. Não há dúvida que vocês estarão dando graças, porém as outras pessoas presentes não estarão sendo ajudadas.

18. Dou graças ao CRIADOR que eu fale várias línguas em particular mais do que qualquer um de vocês todos. 

19. No entanto, no culto público eu preferiria muito mais falar cinco palavras que o povo possa compreender e ser auxiliado por elas, do que dizer dez mil palavras falando em línguas num idioma desconhecido.

20. Queridos irmãos, não sejam infantis na compreensão dessas coisas. Sejam criancinhas inocentes quando se trata de maquinar o mal, porém sejam homens inteligentes na compreensão de assuntos dessa espécie. 

21. As Escrituras antigas nos dizem que o CRIADOR enviaria homens de outras terras para falar em línguas estrangeiras ao Seu Povo, mas mesmo assim este não os escutaria. 

22. Assim, vocês vêem que poder falar línguas não é uma ajuda para os filhos do ETERNO, mas sim para impressionar os não salvos. Entretanto, a profecia (a pregação das profundas verdades do ETERNO) é o que os messiânicos necessitam, enquanto os descrentes ainda não estão preparados para ela. 

23. Pois que, se uma pessoa ainda não salva, ou alguém que não tem estes dons, vai à igreja e ouve todos vocês falando em outras línguas, bem poderá pensar que vocês estão loucos. 

24. Mas, se todos vocês profetizarem, pregando a Palavra do ETERNO (mesmo que esse tipo de pregação seja mais para crentes), e entrar uma pessoa não salva, ou crente novo que não compreende estas coisas, isso o convencerá de que ele é um pecador, e sua consciência será aguilhoada por tudo quanto ouvir. 

25. Enquanto ele ouve, seus pensamentos secretos serão postos a descoberto e ele cairá de joelhos e adorará ao CRIADOR, confessando que realmente o CRIADOR está entre vocês.

26. Bem, meus irmãos, vamos fazer um resumo do que eu estou dizendo. Quando vocês se reúnem, alguns cantarão, outros ensinarão, outro transmitirá alguma informação especial que o CRIADOR lhe deu, ou falará numa língua estrangeira necessária naquele momento, ou explicará o que está dizendo algum outro que esteja falando na língua desconhecida; tudo que for feito, porém, precisa ser útil a todos, e edificá-los no CRIADOR. 

27. Não mais do que dois ou três devem falar numa língua desconhecida. E é preciso que fale um de cada vez, e que alguém esteja preparado para interpretar o que eles estão dizendo. 

28. Entretanto, se não estiver presente ninguém que possa interpretar, não devem falar em voz alta. Poderão falar silenciosamente para si mesmos e para o ETERNO na língua deles, porém não publicamente.

29,30. Dois ou três podem profetizar, um de cada vez, se tiverem esse dom, enquanto todos os outros escutam. Contudo, se enquanto alguém está profetizando: um outro receber uma mensagem ou uma idéia do CRIADOR, então se cale o primeiro e fique em silêncio. 

31. Desta maneira podem falar todos quantos têm o dom de profecia, um depois do outro, e todos aprenderão e serão incentivados e ajudados. 

32. Lembrem-se que uma pessoa que tenha uma mensagem do ETERNO, tem a capacidade de conter-se ou esperar a sua vez. 

33. O CRIADOR não gosta das coisas confusas nem desordenadas. Ele gosta da ordem, e a encontra em todas as outras igrejas.

34. As mulheres devem permanecer em silêncio durante as reuniões da igreja. Não devem tomar parte na discussão, porque elas são subordinadas aos homens, como as Escrituras também afirmam. 

35. Se tiverem alguma pergunta façam aos maridos em casa, pois é inconveniente as mulheres expressarem suas opiniões nas reuniões da igreja, polemizando.

36. Vocês discordam? Vocês estão pensando, coríntios, que o conhecimento da vontade divina começa e termina com vocês? Pois estão muito enganados! 

37. Você, que diz ter o dom de profecia ou qualquer outra capacidade especial do Santo Espírito/Rukha Kod’shua, deve ser o primeiro a perceber que o que estou dizendo é mandamento da parte do próprio CRIADOR. 

38. Mas se alguém ainda discordar: bem, deixaremos que ele permaneça na sua ignorância.

39. Portanto, meus irmãos na fé, anseiem por ser profetas, a fim de que possam pregar com clareza a mensagem do ETERNO; e nunca digam que é um erro falar línguas; 

40. Entretanto, tenham certeza de que tudo é feito em ordem, de uma forma boa, e adequada.

Alef Qorintyah 15

1. AGORA QUERO lembrar a vocês, irmãos, aquilo que o Evangelho é na realidade, porquanto ele não mudou – é a mesma Boa Nova que eu lhes preguei antes. Vocês o receberam bem e ainda o recebem agora, pois sua fé está solidamente edificada sobre esta maravilhosa mensagem. 

2. E é esta as Boas Novas sobre o Nome que os salva se vocês ainda crerem firmemente nela, a não ser, naturalmente, que vocês não tenham crido nela realmente desde a primeira vez.

3-4. Eu lhes transmiti desde o inicio o que me foi dito, isto é, que hol’Mehushkyah morreu por nossos pecados, tal como as Escrituras disseram que Ele morreria, e que foi sepultado, e que três dias depois disso levantou-se do túmulo, tal como os profetas tinham predito. 

5. Ele foi visto por Pedro/Kafos e mais tarde pelo resto dos Doze. 

6. Depois disso, Ele foi visto por mais de quinhentos irmãos messiânicos duma vez, muitos dos quais ainda estão vivos, embora alguns já tenham morrido. 

7. Depois, foi Tiago/Yaohu’kaf quem O viu e mais tarde todos os apóstolos. 

8. Por último de todos, eu também O vi, bem depois dos outros como se eu quase tivesse nascido tarde demais para isso. 

9. Porque eu sou o menos merecedor de todos os apóstolos, nem deveria ser chamado apóstolo pela maneira como tratei a igreja do ETERNO.

10. Entretanto, o que eu sou agora, sou porque o CRIADOR derramou grande bondade e graça sobre mim: e não sem resultados: pois eu tenho trabalhado mais arduamente do que todos os outros apóstolos, embora não fosse eu que efetivamente o estivesse fazendo, mas sim o CRIADOR operando em mim, para me abençoar. 

11. Não faz diferença alguma quem trabalhou mais arduamente, se eu ou eles; o importante é que nós pregamos o Evangelho a vocês, e vocês creram nele.

12. Mas, digam-me uma coisa! Já que vocês creram no que nós pregamos, isto é, que hol’Mehushkyah se levantou dentre os mortos, por qual razão alguns de vocês andam dizendo que os mortos nunca voltarão a viver outra vez? 

13. Pois se não há ressurreição dos mortos, então Yaohu’shua hol’Mehushkyah deve estar morto ainda. 

14. E se Ele ainda está morto, então toda a nossa pregação é inútil e a confiança de vocês no CRIADOR é vazia, sem valor, sem esperança. 

15. E nós, os apóstolos, somos todos uns mentirosos porque dissemos que o ETERNO levantou hol’Mehushkyah do túmulo e isto logicamente não é verdade se os mortos não voltam novamente à vida. 

16-17. Se eles não voltam então hol’Mehushkyah ainda esta morto, e vocês são muito tolos, se continuam a confiar que o CRIADOR os salva, pois ainda estão sob condenação devido aos seus pecados; 

18. Nesse caso, todos os messiânicos que já morreram estão perdidos! 

19. E se o fato de ser messiânicos só tem valor para nós nesta vida, então somos as criaturas mais infelizes.

20. Mas o fato é que hol’Mehushkyah realmente ressuscitou dentre os mortos, e tornou-se o primeiro entre milhões que algum dia voltará novamente à vida.

21. A morte veio ao mundo por causa do que um homem (Adão/Adan) fez, e é devido àquilo que este outro Homem (hol’Mehushkyah) fez que agora existe a ressurreição dos mortos. 

22. Todo mundo morre, porque todos nós somos parentes de Adão/Adan, membros de sua raça pecadora e, onde quer que haja pecado, o resultado é a morte. Contudo, todos quantos são parentes de hol’Mehu-shkyah novamente ressuscitarão. 

23. Cada um, entretanto, por sua vez: hol’Mehushkyah levantou-se primeiro; depois, quando hol’Mehushkyah voltar, todo o Seu Povo viverá de novo.

24. Depois disso virá o fim, quando Ele devolverá o reino ao CRIADOR ETERNO, o Pai/YAOHU-ABI, depois de derrubar todos os inimigos de qualquer espécie. 

25. Porque hol’Mehushkyah será Rei até que tenha derrotado todos os seus inimigos. 

26. Incluindo o último inimigo: a morte. Esta também precisa ser derrotada e exterminada. 

27. Porque o domínio e a autoridade sobre todas as coisas foram dados a hol’Mehushkyah por seu Pai; exceto, naturalmente, que hol’Mehushkyah não domina sobre o próprio Pai, que Lhe deu este poder de dominar. 

28. Quando hol’Mehushkyah finalmente tiver ganho a batalha contra todos os seus inimigos, então Ele, o Filho do ETERNO, também se colocará sob as ordens do Seu Pai, a fim de que o ETERNO, que Lhe deu a vitória sobre todas as coisas, seja absolutamente supremo.

29. Se os mortos não voltarão à vida novamente, que razão há, então, para que alguns sejam imersos em lugar daqueles que já se foram? Por que fazem isso, a não ser que creiam que os mortos ressurgirão algum dia?

30. E por que devemos nós mesmos estar arriscando continuamente nossas vidas, enfrentando a morte a cada instante? 

31. Pois é um fato que eu enfrento a morte diariamente; isso é tão verdadeiro quanto o meu orgulho em ver o crescimento de vocês no CRIADOR. 

32. E que vantagem há em lutar contra os animais selvagens, aqueles homens de Efsiyah, se é somente pelo que eu ganho nesta vida aqui na terra? Se nós nunca mais viveremos depois que morrermos, então podemos perfeitamente nos divertir à vontade: vamos comer, e beber, e alegrar-nos. Que diferença faz? Pois amanhã morreremos, e isso acaba tudo!

33. Não se deixem enganar por aqueles que dizem tais coisas. Se vocês os escutarem começarão a proceder como eles. 

34. Tomem juízo e deixem de pecar. Para sua vergonha eu lhes digo que alguns de vocês, afinal de contas, não são nem mesmo messiânicos, e nunca realmente conheceram ao CRIADOR.

35. Alguém, entretanto, poderá perguntar: Como é que os mortos serão trazidos novamente à vida? Que tipo de corpo terão eles? 

36. Não façam essas perguntas tolas! Vocês encontrarão a resposta em seu próprio quintal! Quando se enterra uma semente no chão, ela não se transforma numa planta, a não ser que morra primeiro. 

37. E quando o rebento verde surge da semente, é bem diverso da semente que primeiramente se plantou. Tudo o que se enterra no chão é uma sementinha seca de trigo ou de qualquer coisa que se está plantando. 

38. O CRIADOR, então, lhe dá um corpo novo bem bonito: exatamente a espécie que Ele deseja que ela tenha; e uma espécie de planta nova cresce de cada espécie de semente.

39. Tal como há tipos diferentes de sementes e plantas, assim também existem tipos diferentes de carne. Os homens, os animais, os peixes e os pássaros, são todos diferentes.

40. Os Anjos do céu têm corpos bem diversos dos nossos. E a beleza e a Glória de seus corpos são diferentes da beleza e da Glória de nossos corpos. 

41. O sol tem uma espécie de Glória, enquanto a lua e as estrelas têm outra espécie. E as estrelas diferem umas das outras em sua beleza e seu brilho.

42. Da mesma forma, os nossos corpos humanos, que hão de morrer e desaparecer, são diferentes dos corpos que teremos quando ressuscitarmos, pois que estes não morrerão. 

43. Os corpos que agora temos acabam na corrupção da morte; mas, quando ressuscitarmos serão corpos gloriosos. É verdade, sim, que agora são corpos mortais, mas, quando voltarmos à vida serão corpos cheios de energia. 

44. Ao morrerem não passam de meros corpos físicos, mas, na ressurreição serão superiores, sem pecados. Porque tal como há corpos desta natureza humana, também haverá corpos puros e espirituais. 

45. As Tanakh dizem-nos que o primeiro homem, Adan, se tornou um ser com vida [alma vivente], mas, o último Adan, isto é, hol’Mehushkyah, é um RUKHA que dá vida. 

46. Nós temos primeiramente estes nossos corpos físicos, mas, depois YAOHUH dá-nos corpos como os celestiais, puros. 

47. Adan foi feito da terra, mas, hol’Mehushkyah veio do céu. 

48. Todo o ser humano tem um corpo como o de Adan, feito da terra, mas, os que são de hol’Mehushkyah terão como Ele, um corpo puro. 

49. E se agora cada um de nós ainda tem um corpo como o de Adam [em pecado], um dia viremos a ter um corpo semelhante ao de hol’Mehushkyah, sem pecado. 

50. Uma coisa vos garanto, irmãos: é que um corpo físico, de carne e de sangue, não pode entrar no reino de UL. Estes nossos corpos mortais não têm uma natureza que lhes permita viver para sempre. 

51. Mas, posso revelar-vos um enigma: é que nem todos morreremos, mas, contudo todos receberemos corpos renovados! 

52. Tudo acontecerá num instante, num piscar de olhos, quando for tocada a última trombeta. Porque virá do céu um toque de trombeta, e todos os messiânicos que já morreram, de repente voltarão à vida com novos corpos que nunca, jamais morrerão; e, então, nós que ainda estivermos vivos, também receberemos, de súbito, novos corpos. 

53. Porque os nossos corpos terrenos, os que temos agora e que são mortais, precisam ser transformados em corpos celestiais, que não podem perecer, mas viverão para todo o sempre.

54. Quando isso acontecer, finalmente, se tornará verdadeira esta Escritura: A morte foi tragada na vitória, 

55-56. Ó morte, onde está agora a sua vitória? Onde está o seu aguilhão? Porque o pecado: O aguilhão que causa a morte: terá desaparecido completamente; e a Lei, que revela os nossos pecados, já não será o nosso Juiz. 

57. Como agradecemos ao ETERNO por tudo isto! É ELE quem nos faz vitoriosos por meio de Yaohu’shua hol’Mehushkyah, nosso CRIADOR!

58. Portanto, meus queridos irmãos, já que é certa a vitória futura, sejam fortes e firmes, sempre produzindo muito no trabalho do CRIADOR, pois vocês sabem que nada do que vocês fazem para o ETERNO é desperdiçado, como aconteceria se não houvesse ressurreição.

Alef Qorintyah 16

1. AGORA, EIS aqui as instruções com respeito ao dinheiro que vocês estão coletando para enviar aos messiânicos de Yah’shua-oleym, e, aliás, estas instruções são as mesmas que eu dei às igrejas da Galutyah. 

2. No primeiro dia da semana, cada um de vocês deve separar alguma coisa do que ganhou no decurso da semana anterior, e utilizá-la para essa oferta. A quantia depende de quanto UL ajudou vocês a ganhar. Não esperem até que eu chegue aí para só então tentar coletar tudo de uma vez. 

3. Quando eu for, enviarei para Yah’shua-oleym essa sua oferta de amor juntamente com uma carta. Tudo será levado por mensageiros de confiança que vocês mesmo escolherão. 

4. E, se for conveniente que eu também vá, então poderemos viajar juntos.

5. Irei visitá-las depois de estar primeiramente na Macedônia, porém, só ficarei lá por pouco tempo. 

6. Bem pode ser que eu fique mais tempo com vocês, quem sabe o inverno todo. E, depois, vocês poderão enviar-me adiante outra vez ao meu próximo destino. 

7. Desta vez não quero fazer apenas uma visita de passagem e logo prosseguir viagem; quero ir e ficar algum tempo, se o CRIADOR o permitir. 

8-9. Permanecerei aqui em Efsiyah até o feriado do Pentecoste, porque há uma ampla porta bem aberta para eu pregar e ensinar aqui. Isso está acontecendo, mas há muitos inimigos.

10. Se o Timóteo/Yaohu’tam for ter com vocês, façam-no sentir-se em casa, pois ele está fazendo a obra do CRIADOR tanto quanto eu. 

11. Não deixem ninguém desprezá-lo ou ignorá-lo (porque ele ainda é moço), mas enviem-no de volta a mim bem feliz com o tempo passado entre vocês, pois, espero ansiosamente vê-lo em breve, assim como os outros que virão. 

12. Pedi a Apolo que, juntamente com os outros, visitasse vocês, porém ele achou que não era absolutamente a vontade do ETERNO que ele fosse agora; ele irá vê-los mais tarde, quando tiver oportunidade.

13-14. Conservem os olhos abertos contra o perigo espiritual; permaneçam fiéis ao CRIADOR; portem-se como homens; sejam fortes; e tudo quanto fizerem, façam com bondade e amor.

15. Vocês se lembram de Estéfanas e sua família? Eles foram os primeiros a se tornarem messiânicos na Grécia e estão gastando suas vidas para ajudar e servir aos messiânicos em toda parte. 

16. Eu lhes peço que sigam a orientação deles e façam tudo quanto puderem a fim de ajudá-los, bem como a todos os outros semelhantes a eles, que trabalham incansavelmente ao lado de vocês com uma dedicação tão genuína. 

17. Estou muito contente que Estéfanas, Fortunato e Acaico tenham chegado aqui para uma visita. Eles estão suprindo a ajuda que vocês por não estarem aqui não me dão. 

18. Eles me têm animado grandemente e têm sido um maravilhoso estímulo para mim, como estou certo e que foram para vocês também. Espero que vocês dêem o devido valor ao trabalho de homens tais como estes.

19. As igrejas daqui da Ásia enviam saudações afetuosas a vocês. Áquila e Priscila lhes enviam sua estima, bem como todos os outros que se reúnem em casa deles para o culto.

20. Todos os amigos daqui me pediram que os saudasse por ele. E vocês, quando se encontrarem, apertem-se as mãos afetuosamente.

21. Eu vou escrever as palavras finais desta carta com meu próprio punho: 

22. Se alguém não ama o CRIADOR, essa pessoa é maldita. Maoro’eh Yaohu’shua, vem [Maranáta/Maor’na-otá]! 

23. Que o amor e a proteção do Maoro’eh Yaohu’shua, hol’Mehushkyah estejam sobre vocês. 

24. Meu afeto a todos vocês, pois todos nós pertencemos a hol’Mehushkyah Yaohu’shua. Amém/Amnao! Cordialmente, Paulo/Sha’ul.

ADICIONANDO UM ATALHO PARA O NOSSO SITE NA TELA DO SEU MOBILE
Primeiro, acesse o navegador da sua preferência e entre na nossa página para você adicionar o atalho na home do seu Android. Em seguida, pressione o botão de Opções do aparelho e escolha a alternativa “Mais”... 

Então, pressione a opção “Adic. Atalho à tela inicial”. Em alguns aparelhos, a opção de adicionar à página inicial pode ser exibida diretamente no primeiro menu de contexto presente na tela, sem a necessidade de ter que passar pela opção “Mais”.
Prontinho! 

Feito isso, o seu atalho já aparece devidamente adicionado à tela inicial do aparelho. 

OBS: Se necessário, renomeie o atalho para "CYC"

ENDEREÇO
Rua Cel Bento Pires, 1001 - Centro
18.275-040 - TATUÍ/SP

CONTATO
E-mail: cyocaminho@gmail.com
Celular: (15) 9 8800-1763 [OI]
                      9 8121-3482 [TIM]
                  9 9781-0294 [VIVO]
             9 9191-8612 [CLARO]
 

LINKS or PC

www.cyocaminho.com.br

[...e conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará - Jo 8:32]

  • CYC Editora
  • [ESN - Escrituras Sagradas segundo oNome]
  • FATCYC
  • [Faculdade de Teologia by CYC]

© oCaminho - 2005-2017d.Y                  .


Shua'oleym! Em breve responderemos; acesse a sua caixa de e-mail... Rosh Yaosh Edisom