O Livro de Daniel[Dayan'ul]

 

 

HOME

TEMAS DVS

ÍNDICE

Curso: As Profecias de Dayan'ul

Estudo 11 - O Santuário

Introdução & Cadastro

01 - A Guerra Universal entre o Bem e o Mal

02 - A Importância da Obediência ao ETERNO

03 - O Sonho de Nebucha-dnezar

04 - Adorar ou Não Adorar!

05 - Conversão Após a Queda

06 - O Mistério de Bavel

07 - Dayan’ul na Cova dos Leões

08 - Os animais e a Bavel Espiritual

09 - O Tempo Está Cumprido

10 - As 2300 Tardes e Manhãs e as 70 Semanas

11 - O Santuário

12 - O Julgamento já se Iniciou para os Ímpios

13 - Por que o Santuário Precisa ser Purificado?

14 - Um Tempo de Paz

15 - Há Vida após a morte?

16 - O Destino dos Ímpios

17 - O Chifre Pequeno Pode Mudar a Lei?

18 - O Sábado Pode Ser Mudado?

19 - O Sábado ou Domingo?

20 - O Criador e a Hostilidade Humana

21 - A Segunda Vinda de Yaohu’shua

22 - O Verdadeiro Yaoshor’ul

23 - Lealdade ao Criador

24 - Quem é o Povo do ETERNO nos Últimos Dias?

25 - O Último Chamado do Criador

26 - O dom de Profecia

27 - A Cruz de Yaohu’shua hol’Mehushkyah

28 - Dayan’ul e a Nova Terra

 

CLIC AQUI para baixar uma versão de impressão do Curso Completo

ou

Siga On-Line

 
 

O estudo 10 examinou os 480 anos do tempo profético de Dn 9 o qual se iniciou em 457 a.Y. com a Medo-Pérsia e terminou nos dias de Yaohushua. Ali, as 2.300m tardes foram calculadas e vimos a sua coerência dentro da última semana, a despeito dos IASD a “transformar” em 2300 anos (confirmadas, principalmente, pela sua “profetiza” – Ez 13;7). Em Dn 9 descobrimos que o Criador previu com exatidão não só os anos do batismo, assim como a crucifixão de Yaohu’shua. Então, temos toda confiança que o evento final dos 2300 dias, a purificação do Santuário, viria conforme a predição do tempo, após a CRUZ!!!. Mas o que é o Santuário e por que ele é tão importante?

O SANTUÁRIO DO ANTIGO TESTAMENTO E SEUS SERVIÇOS

1. Qual era o propósito do antigo Santuário e como era chamado o Santuário no Antigo Testamento? (Ex 25:8).

“...E me farão um Santuário, para que Eu possa ____________ no meio deles...”.

“...Farás o ____________________...”.

Nota de oCaminho: Os yaoshorul’itas eram nômades no deserto do Sinai/S’neah. Neste tempo o Criador pediu que eles construíssem um Tabernáculo para que Ele pudesse habitar no meio do povo. O Santuário do Antigo Testamento consistia em três seções: O Pátio, o Lugar Santo e o Lugar Santíssimo [nos dias de yaohushua tais lugares eram popularmente chamados de ‘caminho’, ‘verdade’ e ‘vida’ – Jo 14:6. Cada uma destas seções tinha sua própria mobília: No Pátio estava o Altar da Queima e Oferecimento dos Sacrifícios. No Lugar Santo, estavam a Mesa dos Pães da Proposição, os Sete Castiçais e o Altar do Incenso. No Lugar Santíssimo, estava a Arca do Concerto, contendo os 10 Mandamentos. A Arca tinha uma tampa dourada chamada Tampa de Expiação ou Propiciatório a qual cobria a Lei. Sobre o Propiciatório estavam dois querubins, e entre eles estava a Glória Shekináh, a presença literal do ETERNO, na terra.

2. Quando a pessoa desejava ser perdoada do pecado no Yaoshor’ul antigo, o que ela trazia ao Santuário? (Lv 5:6).

“...Como sua  ____________ pela culpa, pelo pecado que cometeu...”.

Nota de oCaminho: O Santuário era o lugar onde o perdão dos pecados era obtido. O serviço do Santuário apontava para a remoção  (ou perdão) do pecado vindo do pecador e transferindo este pecado e sua recompensa (morte) para o substituto (o cordeiro). O pecador colocava suas mãos sobre a cabeça do cordeiro e confessava seu pecado. Então o pecador matava a ovelha no Altar das Ofertas Queimadas. O sangue do cordeiro era então aspergido antes do véu pelo Altar do Incenso no Lugar Santo. Desta maneira simbólica, o pecado cometido era então perdoado e era atribuído ao Santuário. Este trabalho de sacrifício era realizado pelos pecadores todos os dias; então se tornou conhecido como “diário”.

QUEM PROJETOU O SANTUÁRIO?

3. Foi Mehu’shua que projetou o Tabernáculo e que características tinha este Tabernáculo? (Ex 25:9, 40 e Hb 8:5).

“...Vê, pois, que tudo faças segundo o ____________ que te foi mostrado no monte...”.

“...os quais ministram em ____________ e _____________ das coisas celestes...”.

Nota de oCaminho: Mehu’shua não projetou o Tabernáculo do Antigo Testamento; ele o fez de acordo com o modelo mostrado a ele pelo Criador quando estava no Monte S’neah. Foi o Criador quem projetou o Santuário! Mehu’shua construiu o Tabernáculo de acordo com o modelo do Santuário Celestial, mostrado a ele pelo próprio Criador.

4. Quantos Santuários existem na Bíblia? (Hb 8:1-5).

“...como Ministro do Santuário, e do verdadeiro Tabernáculo, que o Criador __________ , não o ___________ ...”.

Nota de oCaminho: O escritor de Hebreus indica claramente que existem dois Santuários, um terrestre (o Tabernáculo e todos o serviços do Templo) e um Santuário Celestial. Este último foi levantado pelo Criador e o terrestre levantado por Mehu’shua; por isto, SOMBRA do celestial – Hb 8:5.

YAOHU’SHUA CUMPRE O SERVIÇO DO SANTUÁRIO

As três partes do Santuário – o Pátio, o Lugar Santo e o Lugar Santíssimo – indicam as três fases da salvação pelo ministério de Yaohu’shua, uma fase é simbolizada pelo Pátio [sacrifícios], a segunda fase é simbolizada pelo Lugar Santo [oferta], e a terceira fase é simbolizada pelo Lugar Santíssimo [intercessão].

5. Que fase do ministério de Cristo é simbolizada pelo serviço do Pátio? (Hb 9:26; Jo 1:29).

“...se manifestou uma vez por todas, para aniquilar, pelo _______________ de si mesmo, o pecado...”.

“...Eis o ______________ do ETERNO, que tira o pecado do mundo...”.

Nota de oCaminho: Yaohu’shua, por Sua morte na cruz do Calvário, cumpriu o serviço do Pátio do Antigo Testamento. Ele se tornou o Sacrifício do pecador: o Cordeiro do ETERNO. O Pátio simbolizava o sacrifício de Yaohu’shua; sacrifício este que era oferecido no Lugar Santo pela aspersão do sangue dos animais imolados. O povo não se sacrificava pessoalmente ao oferecer um cordeiro ao ETERNO quando confessava seu pecado; mas Yaohu’shua, o Cordeiro do ETERNO, Este sim, morreu por nossos pecados.

6. Quem é o Sumo Sacerdote do Santuário Celestial e como é cumprido o Seu ministério neste lugar? (Hb 4:14  e 9:24).

“...__________ , o Filho do ETERNO...”.

“...Porque Cristo não entrou em Santuário _________ por ________, figura do verdadeiro, mas no mesmo ________, para comparecer, agora, por _______ diante do ETERNO...”.

Nota de oCaminho: No Santuário Celestial existe somente um sacerdote... Ele não é outro senão o Cordeiro do ETERNO, Yaohushua! Em Sua ascensão, Yaohu’shua entrou não só no Lugar Santo do Santuário Celestial, mas também obteve pleno acesso ao Santíssimo. As Escrituras nos deixam claro que Ele, após a ascensão, SENTOU-SE ao lado do Pai e SE Yaohushua estivesse tão somente no Lugar Santo (como quer a IASD) isto faria com que o TRONO do ETERNO também estivesse no Lugar Santo; uma incoerência para com a Santidade de YAOHUH! Quando nós pecadores confessamos nossos pecados e aceitamos a morte e ressurreição de Yaohu’shua como nossa própria, Yaohu’shua está no Santuário [como um todo – Hb 9:24] reclamando nosso perdão através de Seu sangue intercessor. Resumindo então, temos que o Pátio representa o serviço de sacrifício de Yaohu’shua; o Lugar Santo o Seu trabalho de “oferecer” a Si próprio (propiciação) e o Lugar Santíssimo, o Trono do ETERNO, onde, desde a cruz, Yaohushua intercede por nós!!!

7. Como o apóstolo Sha’ul indica que os indivíduos são restaurados para um relacionamento correto com o Criador? (Rm 5:10).

“...fomos reconciliados com o Criador mediante a ________ de seu Filho ...seremos salvos pela sua _________...”.

Nota de oCaminho: Estes dois aspectos [oferta e intercessão] do ministério de Yaohu’shua no Santuário são cumpridos plenamente, desde a cruz – Jo 20:17. Ele é o único que pode restaurar completamente uma pessoa à um relacionamento correto com o ETERNO. Hb 7:25.

8. Quantos mediadores existem entre o Criador e a humanidade desde os tempos do Novo Testamento? (I Tm 2:5).

“...Porquanto há __________ o Criador, e _________ Mediador entre o Criador e os homens, __________________, homem...”.

Nota de oCaminho: Nos tempos do Novo Testamento não era mais preciso um sistema de sacerdócio terrestre. Depois que Yaohu’shua morreu na cruz e ressuscitou, o ministério do Grande Sumo Sacerdote começou. Não existe, contudo, nenhum outro mediador entre o Criador e a humanidade, exceto Yaohu’shua.Hb 8:1.

O DIA DA EXPIAÇÃO

Enquanto o serviço no Pátio e no Lugar Santo era realizado todo dia, o serviço no Lugar Santíssimo era realizado uma vez por ano. Então, enquanto o anterior era conhecido como “.diário”, o ultimo era conhecido como “anual”. O serviço do Dia da Expiação é a terceira e final fase do ministério de Yaohu’shua. Vamos examinar os eventos deste, o mais solene dia na vida do Yaoshor’ul antigo.

9. O que acontecia ao Santuário no Dia da Expiação? (Lv 16:29, 30).

“.…porque naquele dia se fará expiação por vós, para ____________________ ...”.

Nota de oCaminho: O propósito do dia da Expiação era tipificar a purificação dos pecados lançados sobre o Santuário. A purificação do Santuário era obtida através do serviço no Lugar Santíssimo.

10. Quantos bodes eram escolhidos no Dia da Expiação e o que representavam estes animais? (Lv 16:5 e 8).

 “...tomará ________ bodes para a oferta pelo pecado...lançará sortes sobre os dois bodes: uma para o ___________, e a outra, para o _______________________...”.

Nota de oCaminho: Um bode era escolhido como Oferta ao ETERNO; o outro era para ser o bode expiatório e era conhecido como ‘para Azazel’. Muitos (diga-se IASD) diz que Azazel era um outro nome dado a ha’satan. Se assim fosse, neste dia em particular dois bodes eram escolhidos, um para o Criador e outro representava a ha’satan e, a nossa salvação não se deve tão somente ao Messias, mas também a ha'satan!?! Veja a incoerência: Dois bodes PUROS e sendo assim, perguntamos: ha’satan puro??? Ocorre que, primeiro, “azazel” é uma palavra do hebraico arcaico e que significa nada mais que emissário (apesar de soar como o nome de um demônio). E, então, porque dois bodes? Dois, para tipificar o sacrifício do Messias:  Julgado e Condenado DENTRO da cidade (OFERTA = Lugar Santo) e Morto fora da cidade; daí o segundo bode sendo levado para morrer no deserto (abandonado à sua própria sorte -  Mt 27:46. Portanto, os dois bodes representam o ministério da cruz!!! Vejamos:

11. O que acontecia ao bode para o ETERNO? (Lv 16:9 e 15).

“...Arão fará chegar o bode sobre o qual cair a sorte para o Criador, e o oferecerá por ___________ pelo ____________...”.

“.…e trará o seu ___________ para dentro do véu...aspergi-lo-á no _________________, e também diante ______________ ...”.

Nota de oCaminho: A tampa do Propiciatório, também conhecida como tampa de misericórdia, ficava dentro do Lugar Santíssimo  (perceba que esta é a única vez a cada ano que o sumo sacerdote entrava no Santo dos Santos). Um pouco deste sangue era aspergido sobre o Altar do Incenso no Lugar Santo, e outro tanto era aspergido sobre o Propiciatório, no Lugar Santíssimo. Portanto, como este serviço anual tipificava a cruz, isto nos mostra que o Messias teve acesso a ambos os compartimentos do Santuário Celestial, logo após a cruz!

12. A aspersão do sangue do bode para o ETERNO sobre o propiciatório era para fazer expiação para qual parte do Santuário e por que este lugar precisava ser purificado? (Lv 16:16).

“...Assim fará expiação pelo __________________...por causa das ________________ dos filhos de Yaoshor’ul,  e das suas __________________, e de todos os seus pecados....”.

Nota de oCaminho: Perceba novamente que o sumo sacerdote está no Lugar Santíssimo, mas ele está fazendo uma expiação pelo Santuário ou Lugar Santo. A razão pela qual o sumo sacerdote entrava no Lugar Santíssimo era para purificar o Lugar Santo de todos os pecados dos filhos de Yaoshor’ul que tinham sido transferidos para lá por todo o ano através do serviço do Lugar Santo. Afinal, todo pecado é uma ofensa direta ao ETERNO!

13. O que acontecia ao bode vivo quando o serviço de purificação do Santuário era completado? (Lv 16:20, 21).

“...e sobre ele confessará todas as iniquidades dos filhos de Yaoshor’ul, todas as suas transgressões e  todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode, e enviá-lo-á ao ____________, pela mão dum homem à disposição para isso...”.

Nota de oCaminho: O vs. 22 no diz que o bode seria solto no deserto... E, lemos em Hb 13:11-13 as seguintes palavras: Porque os corpos dos animais, cujo sangue é trazido para dentro do santo lugar pelo sumo sacerdote como oferta pelo pecado, são queimados fora do arraial. Por isso também Yaohushua, para santificar o povo pelo seu próprio sangue, sofreu fora da porta. Saiamos, pois a ele fora do arraial, levando o seu opróbrio. Daí, não tem cabimento a IASD afirmar que o segundo bode seja há’satan, e a ele imputar o pecado! Todo pecado parte do Livre arbítrio do ser humano que escolhe seguir às tentações de há’satan. Portanto, o homem peca por sua própria escolha!!! Tg 1:14. Por isto, este era o mais solene dia na história de Yaoshor’ul, porque os yaoshorul’itas sabiam que seus pecados estavam sendo removidos do Santuário. Havia a esperança num Salvador!

MINHA DECISÃO:  Meu Pai, ETERNO, pelo ritual do Santuário terrestre compreendemos o plano perfeito de salvação que o TU nos destes pelo sacrifício de Yaohu’shua. Eu aceito o sacrifício de Yaohu’shua pelos meus pecados.

 

Preencha o Formulário abaixo para solicitar um estudo sobre um tema específico ou dar a sua opinião sobre este estudo...

Não fique com dúvidas!!!

ATENÇÃO: Verifique se o seu  email está certo; pois não teremos como responder [veja em sua caixa de email, a resposta]!

CONTATOS

[15] 9 9191-8612 (CLARO)

         9 9781-0294 (VIVO)

         9 8121-3482 (TIM)

         9 8800-1763 (OI)

falecom@cyocaminho.com.br

Horário de atendimento: 9:00/19:00hs -  Exceto das 17:00hs/sexta às 15:00hs/sábado [Reuniões do Shabbos] Horário de Brasília

 

DÚVIDAS

 
 

  

ESTE QUADRO AO FICAR EM BRANCO É PORQUE O FORMULÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO

AGUARDE A NOSSA RESPOSTA EM SUA CAIXA DE EMAIL!

 

 

SAIR