Escola Sabática On-Line

Indo fundo nas entrelinhas...

 

Lição 1

Lição 2

Lição 3

Lição 4

Lição 5

Lição 6

Lição 7

Lição 8

Lição 9

Lição 10

Lição 11

HOME

Lição 13

 

By Ministério Estudando a Bíblia

www.cyocaminho.com.br

Exclua o item que desejar, chegando o mause no canto esquerdo, no doc que abrir!

Imprimir

 

1º trimestre de 2017

DISCIPULANDO!

 

Lição Intercalada com o Formulário para as Respostas


 

Lição 12 - A ceifa e os ceifeiros

Sábado à tarde

VERSO PARA MEMORIZAR:

"Nisto é glorificado Meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis Meus discípulos" (Jo 15:8).


Leituras da Semana: Jo 1:40-46; 4:28-30; Lc 24:4-53; At 1:6-8; Mt 9:36-38; Lc 15

Em muitos aspectos o estudo desta semana é a continuação da lição anterior. Cristo estabeleceu líderes espirituais com a finalidade específica de proclamar o reino de UL'HIM. Os princípios e a metodologia que Yaohu'shua empregou devem permanecer como base espiritual para a preparação dos cristãos modernos.

Em outras palavras, as modernas teorias de liderança nunca devem substituir o fundamento que Cristo estabeleceu. Sempre que a publicidade e a propaganda tiverem precedência sobre o crescimento espiritual, os resultados serão superficialidade e esterilidade espirituais. Sempre que o proselitismo toma o lugar do arrependimento, da conversão e da transformação espiritual, a missão fracassa. Treinar líderes para conduzir projetos evangelísticos, campanhas de mídia e atividades de relações públicas, em lugar de prepará-los para o conflito espiritual, é procurar o desastre.

O verdadeiro evangelismo e a formação de discípulos focalizam quatro aspectos:

(1) Reconhecimento de nossa condição pecaminosa;

(2) Contrição sincera;

(3) Entrega espiritual sem reservas;

(4) Incontrolável compulsão para difundir a mensagem divina.


 USE O FORMULÁRIO ABAIXO PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES

Nome:

E-mail:

1º Dia...

O pão dos mendigo

Aproximando-se o tempo de Sua partida, a preocupação de Cristo concentrou-se em Seus discípulos, aos quais serviu abnegadamente e amou profundamente. Eles não seriam abandonados. Embora Yaohu'shua tivesse que voltar para o Céu fisicamente, espiritualmente voltaria - esta era a promessa: Vou e volto (Jo 14:18, 23 cf. Mt 18:20; 28:20) -  a suprir a intimidade espiritual que os discípulos haviam desfrutado em Sua presença. A instrução de Cristo sobre a Sua obra, após a ressurreição Sua ação em Espírito, era tão valiosa que Yao'khanan (João) dedicou vários capítulos à sua preservação. Acompanhados do Santo espírito, Yaohu'shua, os discípulos também testemunhariam sobre o ministério dEle. O ETERNO (Yhwh - YAOHUH UL'HIM) poderia ter designado anjos para disseminar, sem nosso auxílio, o evangelho. Em vez disso, Ele preferiu contar com seres humanos pecaminosos, errantes e imprevisíveis para esse sagrado chamado - IDE! Mc 15:16.

 

1. Leia Jo 1:40-46; 4:28-30; 15:26, 27 cf. 14:28; Lc 24:49 cf. At 1:8. De que forma o humano e o divino trabalham juntos na conquista de pessoas?

Minha Resposta à Questão 1:

O Evangelismo tem sido informalmente definido como "mendigos dizendo a outros mendigos onde encontrar pão". Andor'ul (André) certamente se destacou nesse aspecto. Os escritos de seu irmão Kafos (Pedro) posteriormente foram incluídos na Bíblia. O ministério de Kafos foi narrado em Atos e Cristo incluiu esse apóstolo entre Seus três colaboradores mais próximos. Essas honras nunca foram concedidas a André. No entanto, ele recebeu reconhecimento especial por seguir a simples instrução de Cristo ao levar pessoas ao Salvador.

Quantos dos vasos escolhidos pelo Criador – pessoas eficientes no evangelismo, na administração e na liderança – foram apresentados a Cristo por discípulos fiéis cujas identidades, humanamente falando, foram há muito tempo esquecidas? Embora essas pessoas não tenham recebido distinção, a obra de UL'HIM poderia ter sido enfraquecida se elas não tivessem testemunhado fielmente de Yaohu'shua. Cristo preparou Seus discípulos para tarefas maiores dando-lhes, primeiramente, atribuições simples, que estavam ao seu alcance. A mulher samaritana, Fylyp e Andor'ul demonstraram o poder do testemunho simples e dos convites sinceros. Todos somos chamados a fazer o mesmo.


 

Segunda

Quando Yaohu'shua recomendou paciência

 

2. Leia Lc 24:47-53; Atos 1:6-8; 16:6-10. Por que era necessário esperar Ele voltar em Espírito? Que lições referentes à paciência e à espera pelo tempo de UL'HIM são sugeridas nessas passagens? Que encorajamento podemos receber da experiência de Sha'ul (Paulo) ao enfrentar frustrações?

Minha Resposta à Questão 2:

Mediante a pregação e exemplo, Yaohu'shua ensinou aos discípulos a paciência. Embora enfrentasse fanatismo, ignorância, incompreensão e total conspiração, Cristo perseverou pacientemente. Essa perseverança estava ancorada na completa dependência dEle em relação a UL'HIM, o Santo Espírito. Yaohu'shua compreendia que, a menos que os discípulos experimentassem a mesma dependência, o avanço do reino ficaria seriamente comprometido. Por outro lado, se eles aprendessem essa lição desde o início, seu futuro ministério seria destinado a realizações grandiosas. Por isso, ao Se despedir, Sua ordem foi: "ficai" (ou "esperem") - Lc 24:49.

Cristo deseja que os cristãos modernos conheçam essa lição também. Cristãos bem-intencionados, mas autossuficientes, quando não querem aguardar pacientemente a orientação do Santo espírito, podem criar dificuldades para si mesmos e para o reino de UL'HIM.

O apóstolo Sha'ul (Paulo) havia elaborado planos ambiciosos para entrar na Bitínia. No entanto, mesmo o obstinado Sha'ul foi sensível à guia divina, e não resistiu à intervenção espiritual. De bom grado, o apóstolo aceitou a direção do Santo espírito, Yaohushua, que o enviou à Macedônia. Numerosos milagres acompanharam seus esforços nessa região. Houvesse Sha'ul se precipitado em seus projetos, a missão européia poderia ter sido suspensa por tempo indeterminado.

Como podemos nos acalmar para esperar com paciência a guia do Santo espírito, Yaohu'shua? Na prática, o que devemos fazer para cultivar essa paciência? O que a paciente e piedosa confiança indicam em relação ao nosso relacionamento com o ETERNO?


 

Terça 

Exercendo autoridade

 

3. Compare as seguintes passagens: Mc 6:7-13; Mt 16:14-19; 18:17-20; 28:18-20; Jo 20:21-23. Que tipo de autoridade os discípulos de Yaohu'shua possuíam? O que isso significa para nós hoje

Minha Resposta à Questão 3:

Kafos (Pedro) expressara a verdade unitariana [Filho e Messias...] que é o fundamento [pedra] da fé da igreja, e Yaohu'shua o honrou então como o representante do inteiro corpo de crentes. Disse: "Eu te darei as chaves do reino dos Céus e tudo o que ligares na Terra será ligado nos Céus, e tudo o que desligares na Terra será desligado nos Céus" (Mt 16:19). Porém, esta honra não ficou só nas mãos de Kafos, mas sim em nossas mãos, também -Mt 18:18.

Cristo comissiona Seus discípulos assim como o Pai O comissionou. O Pai, o Santo Espírito, investiu Cristo com poder divino. Por meio dELE, Yaohu'shua também investe Seus discípulos com poder divino proporcional às suas atribuições terrenas. Nenhum seguidor de Yaohu'shua devia temer que Ele os tivesse enganado. Cada habilidade, talento, capacidade e força necessária foram supridos.

Às vezes, a liderança humana falha em reconhecer os princípios envolvidos. Sempre que os líderes atribuem tarefas sem conceder poder correspondente, o fracasso pode ser previsto. Frequentemente, a insegurança dos líderes se manifesta por meio de comportamentos controladores que reprimem os pensamentos, a criatividade ordenada pelo Criador e a individualidade dos outros. Assim restringido, o discípulo não consegue ser eficiente. Tal comportamento seria comparável a um maestro que tenta tocar todos os instrumentos simultaneamente, em vez de reger a sinfonia.

O exemplo de Yaohu'shua diz muito aqui. Se alguém já possuiu o direito de reter a autoridade e ditar comportamentos, esse certamente foi Cristo. Mas Ele fez o contrário: investiu outros com autoridade, encarregou-os de uma missão longe de Sua presença física, onde Sua única influência seria Suas instruções e exemplo, e os enviou para ministrar e testemunhar.


 

Quarta

Trabalhadores para a colheita

 

4. "Ao ver as multidões, teve compaixão delas, porque estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem apascentador. Então disse aos Seus discípulos: 'A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Peçam, pois, ao Dono da colheita que envie trabalhadores para a Sua colheita'" (Mt 9:36-38). Que importante mensagem encontramos nesses versos em relação à nossa tarefa?

Minha Resposta à Questão 4:

 A colheita espiritual era muito grande, mas os ceifeiros eram escassos. O solo do coração havia sido preparado, a semente espiritual plantada; a germinação, a farta umidade e a abundante luz solar estimularam inacreditável crescimento. Pessoas amadurecidas aguardavam a colheita, mas onde estavam os ceifeiros? Utilizando imagens simples e compreensíveis, Yaohu'shua procurou inspirar zelo contagiante.

Às vezes, os cristãos desejam companheirismo com outros crentes e formam grupos, ignorando cegamente as pessoas sinceras do mundo que estão prontas para a colheita. Talvez sem perceber sua responsabilidade para com as pessoas que perecem, eles se ocupam com compromissos da igreja, responsabilidades cívicas, manutenção de prédios e outros projetos vantajosos, dedicados a preservar o status quo. Sem dúvida, essas são coisas boas. Por vezes, membros bem-intencionados questionam o valor do evangelismo, ou expressam este sentimento: "Rosh, esse negócio de evangelismo está certo, mas não precisamos de programas para as pessoas que já estão na igreja?"

Essa é uma questão bastante justa, porém é preciso também perguntar: "Alguma vez Yaohu'shua lamentou a escassez de guardadores de grãos?" Em vez disso, Sua súplica foi por "mais ceifeiros".

Como podemos encontrar equilíbrio entre ministrar as necessidades das pessoas na igreja e não descuidar da evangelização?


 

Quinta

Perdidos e achados

Mediante o ensino e exemplo pessoal, Yaohu'shua ensinou Seus discípulos a se associarem com pecadores, mesmo aqueles notórios como prostitutas e cobradores de impostos. De que outra forma eles fariam discípulos de todas as nações? Seus ensinamentos muitas vezes focalizavam esses pecadores. O fato de que Cristo os tenha caracterizado como "perdidos" demonstra Sua misericórdia. Ele poderia tê-los caracterizado como "rebeldes" (o que eles certamente eram) ou "depravados". Em lugar disso, Ele escolheu a expressão "perdidos".

O termo "perdidos" não carrega as mesmas conotações negativas contidas nas palavras "rebeldes" e "depravados". Em vez de punir pessoas caídas, devemos seguir o exemplo de Cristo. A expressão "perdidos" é uma descrição generosa, porque a responsabilidade é colocada sobre os que procuram pecadores. Comentários depreciativos afastam as pessoas. Linguagem imparcial transmite aceitação e possibilidade de relacionamento. Portanto, devemos ter cuidado não apenas com a linguagem que falamos, mas também com o que pensamos, porque nossos pensamentos afetarão muito nossas atitudes para com os outros.

 

5. Leia Lc 15. Qual é a mensagem essencial dessas parábolas?

Minha Resposta à Questão 5:

Mediante os evangelhos, Yaohu'shua encoraja os cristãos a se tornarem descobridores. Ele quer que amemos e alcancemos os perdidos, independentemente do tipo de pessoa que sejam ou de sua maneira de viver.

Como Deus vê os perdidos? Qual é a nossa responsabilidade para com eles?


 

Sexta

Perguntas para reflexão

 

6. Que princípios da metodologia de treinamento de Cristo devem ser utilizados pelos modernos professores de discipulado? Imagine como seria esse tipo de treinamento em sua igreja.

Minha Resposta à Questão 6:

 

7. Na lição de quinta-feira, estudamos a questão do uso da linguagem apropriada. Que palavras nós, como messiânicos, usamos com frequência em nosso ambiente denominacional? Embora enxerguemos as palavras de certa maneira, os que não estão familiarizados com nossos termos não os compreendem. Que cuidado devemos ter na escolha das palavras, especialmente ao falar com aqueles a quem desejamos alcançar?

Minha Resposta à Questão 7:

 

8. De que maneira a imagem de "mendigos dizendo a outros mendigos onde encontrar pão" descreve com precisão a essência do testemunho e do evangelismo? Por que é importante nos lembrarmos sempre dessa imagem e do que ela significa?

Minha Resposta à Questão 8:

 

9. Sua igreja está mais concentrada em si mesma e nas próprias necessidades, ou no evangelismo? Se sua igreja estivesse mais centralizada em testemunhar e evangelizar, estaria menos preocupada com as próprias necessidades? O evangelismo, por si só, resolve essas necessidades?

Minha Resposta à Questão 9:



Respostas sugestivas:

1. Seres humanos (Andor'ul e Fyliyp), levaram a Yaohu'shua seus queridos e Yaohu'shua os transformou. Pessoas achadas por Cristo procuraram salvar seus semelhantes. Yaohu'shua alcançou a mulher samaritana, que alcançou seus vizinhos, que procuraram Yaohu'shua. Ele testemunha conosco e nós testemunhamos sobre o que UL'HIM faz em nossa vida.

2. Porque nada podemos sem Yaohu'shua. Por mais que nos esforcemos, nenhuma pessoa será alcançada sem o toque dEle. Devemos falar dEle e orar por Ele. Antes de correr para cumprir a missão, é preciso esperar o cumprimento da promessa de Seu derramamento; Mt 18:20 cf. 28:20. Assim, saberemos aonde, quando e como devemos testemunhar.
 

3. Autoridade dada por Cristo e confirmada pela Sua atuação, para pregar a mensagem de salvação, expulsar demônios, curar enfermos e vencer as forças do inimigo. Por meio dessa autoridade, as pessoas são ligadas ou desligadas no reino de UL'HIM.

4. Milhões de pessoas estão no vale da decisão aguardando o convite para ir a Yaohu'shua. Grande parte da seara de UL'HIM ainda não foi colhida. A quantidade de pessoas maduras para a colheita é maior do que a de ceifeiros prontos a trabalhar na seara. Se a colheita é grande e os ceifeiros são poucos, há o risco de que pessoas apodreçam nos seus pecados. Nosso dever é orar ao ETERNO para que mais missionários sejam despertados para a colheita. Esta é a missão da CYC? Formar líderes...

5. Longe do Criador, o ser humano está perdido; a maioria não consegue achar o Caminho da salvação; Yaohu'shua, o nosso UL (Criador), procura os perdidos; devemos também procurar, encontrar e resgatar os perdidos. Precisamos abraçar os pecadores e mostrar a eles o amor incondicional de UL'HIM.

 

 

 

CTA: Curso de Teologia Aplicada

Não perca a oportunidade de se atualizar, TORNE-SE um rosh da CYC,  fazendo o CTA  - o único curso unitariano via e-mail - com Novos Cursos para homens e mulheres; formando líderes para cumprir o Ide!

   SAIBA MAIS...

Agora com Novos Cursos 

Index