Escola Sabática On-Line

Indo fundo nas entrelinhas...

 

Lição 1

Lição 2

Lição 3

Lição 4

Lição 5

Lição 6

HOME

Lição 8

Lição 9

Lição 10

Lição 11

Lição 12

Lição 13

 

By Ministério Estudando a Bíblia

www.cyocaminho.com.br

Exclua o item que desejar, chegando o mause no canto esquerdo, no doc que abrir!

Imprimir

 

1º trimestre de 2017

DISCIPULANDO!

 

Lição Intercalada com o Formulário para as Respostas


 

Lição 13 - O custo do discipulado

 

Sábado à tarde

VERSO PARA MEMORIZAR:

"A nossa esperança a respeito de vós está firme, sabendo que, como sois participantes dos sofrimentos, assim o sereis da consolação" (II Co 1:7).

Leituras da Semana: Lc 12:49-53; Dt 21:15; I Co 9:24-27; Mt 18:8, 9; Jo 14:1-3; Hb 11:32–12:4

Ao longo da História, milhões de cristãos anônimos sacrificaram a vida por Cristo. Eles foram presos, torturados e mesmo executados. Milhões preferiram abrir mão de seus empregos, sofrer ridículo, suportar o abandono da família e perseverar sob perseguição religiosa, a abandonar Cristo. Só o Criador sabe a plena extensão do sofrimento que Seus fiéis têm sofrido.

De fato, Sha'ul (Paulo) advertiu: "Todos quantos querem viver piedosamente em Yaohu'shua hol'Mehushkyah serão perseguidos" (II Tm 3:12). E Kafos (Pedro) disse: "Para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os Seus passos" (I Pe 2:21).

Apesar das promessas dos assim chamados pregadores da "prosperidade", automóveis luxuosos e ganhos financeiros não são oferecidos automaticamente aos cristãos apenas para satisfazer seus desejos e ambições pessoais. Embora o Criador derrame muitas bênçãos no caminho dos fiéis, às vezes, o discipulado envolve perdas.

No fim, podemos ter certeza de que, seja qual for o custo do discipulado, considerando a recompensa eterna, esse custo é muito baixo.


 USE O FORMULÁRIO ABAIXO PARA RESPONDER ÀS QUESTÕES

Nome:

E-mail:

1º Dia...

Calculando o custo: a mais alta prioridade

 

1. Leia Lc 12:49-53; 14:25, 26; Mt 10:37. Qual é o preço do discipulado? O que deve estar acima dos relacionamentos humanos?

Minha Resposta à Questão 1:

Os modernos apresentadores da televisão teriam feito um escândalo a partir dessas palavras: "Hoje, o famoso líder religioso Yaohu'shua defendeu o ódio familiar durante Sua palestra da tarde. Os analistas estão comparando esses pronunciamentos com as declarações feitas anteriormente, que promoviam relacionamentos afetuosos com vizinhos e inimigos. Os comentaristas querem saber se isso indica mudanças políticas recentes. Outras citações não confirmadas sugerem vender tudo e transferir os recursos para o movimento de Yaohu'shua. Fique atento para mais informações a qualquer momento".

Um estudo mais profundo da Bíblia e do modo pelo qual a palavra "ódio" é usada, ajuda a esclarecer o que Yaohu'shua quis dizer. Dt 21:15 contém a legislação sobre homens com várias esposas. A Bíblia na versão King James, seguindo o sentido natural, traduz assim: "uma amada e outra odiada", com respeito às esposas. A mensagem de Mehu'shua (Moisés) foi que, se o marido preferisse uma mulher acima de outra, ele não podia tirar o direito de primogenitura do filho da menos favorecida. A New Revised Standard Version [Nova Versão Revisada Padrão] e a Modern Language Bible [Bíblia na Linguagem Moderna] mudaram a terminologia, traduzindo querida, como amada, e odiada, como desprezada. O Tanakh (Bíblia Judaica) e a New American Standard Bible (Nova Bíblia Americana Padrão; protestante) optaram pelas expressões amada e não amada. Evidentemente a intenção do texto era falar de "afeição relativa". O ódio, nesse contexto, pode indicar "amar menos". Mt 10:37, a passagem paralela, certamente dá credibilidade a essa sugestão.

Comparando as versões trinitarianas com uma unitariana; lemos:

Trinitariana: O direito do primogênito

15-17Se um homem tiver duas mulheres, uma a quem ama e outra a quem despreza, e ambas lhe tiverem dado filhos, e o filho primogênito for da desprezada, quando fizer herdar a seus filhos o que tiver, não poderá dar a primogenitura ao filho da amada, preferindo-o ao filho da desprezada, que é o primogênito; mas ao filho da aborrecida reconhecerá por primogênito, dando-lhe dobrada porção de tudo quanto tiver, porquanto ele é as primícias da sua força; o direito da primogenitura é dele. [AR - Versão Revisada de João Ferreira de Almeida].
 

Unitariana: Direitos dos primogênitos

15-17Se um homem tiver duas mulheres, mas, amar uma e não a outra, e se ambas lhe tiverem dado filhos, e ainda se a mãe do filho mais velho for aquela de quem ele não gosta, não poderá vir a dar maior herança ao filho mais novo, ao filho da mulher que ama. Deverá dar habitual porção dobrada ao filho mais velho, porque ele representa o começo da sua força, da sua vida de adulto, e tem o direito que lhe compete como filho mais velho, ainda que sendo o filho da mulher que seu pai não ama [ESN - Escrituras Sagradas segundo o Nome].

Sinceramente, qual texto é mais claro?

A lição de Yaohu'shua é simples, mas cheia de implicações profundas. Sempre que a família recebe precedência e Cristo Se torna secundário, Yaohu'shua abre mão do Seu senhorio. Servir a vários mestres é impossível. Cristo certamente apoiava as fortes ligações familiares. Tais conexões, no entanto, recebem força de um fundamento inabalável. O fundamento é amar ao ETERNO e ao Criador sem reservas - Jo 14:21, 23. O Criador desaprova todas as barreiras, interrupções e distrações. O discipulado cobra o preço mais alto: lealdade total a Cristo.

Na prática diária, como podemos colocar Cristo acima de tudo, incluindo a família? O que significa fazer isso, e quais poderiam ser algumas consequências?


 

Segunda

Levando a nossa cruz

E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após Mim não pode ser Meu discípulo" (Lc 14:27).

Discipulado significa aceitar Cristo como Salvador e Criador (I Jo 2:22, 23). Seguir Yaohu'shua significa que você está pronto a passar pelo mesmo sofrimento que Cristo suportou. Assim, devemos ser honestos na maneira de apresentar nossa mensagem. Certamente as gloriosas Verdades relacionadas com a justificação pela fé, o perdão de Cristo, Seu retorno iminente, as incomparáveis maravilhas do Céu que virão até nós e a graça imerecida do Criador devem ser ensinadas. Mas se os cristãos desejam proclamar a mensagem completa do Criador, não podem ignorar a cruz que devem carregar.

Infelizmente, alguns cristãos pensam erroneamente que pregar qualquer mensagem pela qual os seres humanos são chamados à ação é algo legalista. "A graça divina fez tudo", eles orgulhosamente exclamam, "e o ser humano não deve fazer nada exceto recebê-la." Yaohu'shua, porém, discorda deles.

 

2. Leia Mt 16:21-25; Lc 21:12-19; Jo 15:17-20; 16:1, 2. O que devemos aprender com esses textos sobre o custo de seguir Yaohu'shua?

Minha Resposta à Questão 2:

Antes do batismo, os candidatos devem entender que Cristo lhes atribuiu uma cruz, sem a qual eles não podem de modo nenhum se tornar Seus discípulos. Será que isso diminui a alegria da conversão? Essa alegria poderia ser aumentada por meio de falsas promessas sobre uma vida livre de preocupações? A conversão liberta os cristãos dos fardos do pecado, não das responsabilidades do discipulado. Ao tomar o nome de Cristo e revelar publicamente essa escolha por meio do batismo, cada crente deve estar ciente de que o discipulado tem um custo. Por outro lado, este mundo oferece alguma coisa que faz com que a oferta de Cristo não valha a pena? Certamente não!

Quando foi a última vez que você tomou a sua cruz? Como foi a experiência? O que você aprendeu com ela? Como isso pode ajudar alguém que luta contra um desafio semelhante?


 

Terça 

Resposta disciplinada

 

3. Analise as seguintes passagens: Lc 14:31-33; I Co 9:24-27; Hb 12:1-4; II Pe 1:5-11. Como é a vida de um discípulo? Você tem experimentado essa realidade?

Minha Resposta à Questão 3:

O custo do discipulado envolve disciplina. Cada impulso, imaginação, ambição e desejo devem ser submetidos a Cristo. Cada posse, material ou espiritual, cada talento, habilidade, tudo o que seja de valor deve estar sob o comando de Cristo. O que não entregarmos a Ele inevitavelmente se tornará um ídolo, com potencial para nos desviar do Caminho.

Cristo de fato nos oferece poder para vencer nossos defeitos de caráter. Cada apetite, emoção e inclinação intelectual podem estar sob a orientação dEle, agora em Espírito.

Observe os elementos atléticos que Sha'ul usou em I Co 9:24-27; e em Hb 12:1-4 também foi usado. Nenhum atleta treina para correr de modo mais lento, saltar mais baixo ou fazer um lançamento mais curto. Igualmente, nenhum cristão deve olhar para trás, especialmente quando o que está em jogo, na "corrida", é algo eterno, ao contrário de qualquer prêmio que um corredor terreno possa ganhar como resultado de todo o seu esforço diligente e treinamento.


 

Quarta

Comparando os custos

As empresas exploram a viabilidade dos projetos propostos mediante a análise do custo-benefício: As propostas específicas contêm os ingredientes necessários para proporcionar retornos bem-sucedidos aos investimentos? Os benefícios superam as despesas? Outra medida utilizada com frequência é a durabilidade: A proposta oferece retornos sustentáveis?

As recompensas do discipulado podem também ser medidas por meio da comparação com os custos. Esses custos podem incluir sofrimento emocional, rejeição social, tortura física, privação financeira, prisão e até mesmo a morte. Todo aquele que aceita o discipulado deve primeiro considerar cuidadosamente os investimentos envolvidos.

 

4. O que os textos a seguir nos dizem sobre os custos do discipulado? a) Mt 18:8, 9; b) Lc 6:35; c)  Fp 2:3


Minha Resposta à Questão 4:

5. O que os textos a seguir falam sobre os benefícios do discipulado? a) Lc 18:28-30; b) Jo 14:1-3; c) Ap 22:1-5

Minha Resposta à Questão 5:

Não há dúvida de que o custo de seguir a Yaohu'shua pode ser alto, talvez a coisa mais cara que qualquer pessoa possa fazer. Caso nossa lealdade a Cristo não tenha custado muito, ou talvez tudo o que temos, deveríamos questionar a genuinidade de nossa fé e comprometimento com o Criador.

Mas uma coisa é certa: o que quer que ganharmos neste mundo, tudo o que rea​lizarmos, tudo o que fizermos para nós mesmos, será apenas temporário. Essas coisas não durarão, mas desaparecerão para sempre.

Em contraste com isso, aquilo que ganharmos por meio de Yaohu'shua, a vida eterna em um novo Céu e nova Terra [a Terra refeita, sem as máculas do pecado - Ap 21], vale muito mais do que tudo o que este mundo jamais poderia oferecer.

O que as alegrias e as boas coisas deste mundo significam em comparação com a eternidade ao lado de Cristo? Como podemos manter sempre esse contraste diante de nós? Por que é importante fazer isso?


Quinta

"Uma melhor ressurreição"

 

6. Leia Hb 11:32–12:4. O que esses versos dizem para você sobre o custo e a recompensa do discipulado?

Minha Resposta à Questão 6:

Um poderoso conceito é aqui revelado, especialmente no verso que diz: "Mulheres receberam, pela ressurreição, os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição" (Hb 11:35).

Em certo sentido, ser discípulo e formador de discípulos pode ser resumido a uma coisa só: "uma melhor ressurreição". Seguimos a Cristo porque temos a promessa, a esperança de redenção, de uma nova vida num mundo novo, sem pecado, sofrimento e morte. Ao mesmo tempo, uma vez que recebemos essa esperança e essa promessa – garantidas pela vida, morte, ressurreição e sumo sacerdócio de Cristo – procuramos levá-las a outros. No fim, antes da conclusão do impasse contra o pecado, a menos que estejamos vivos na segunda vinda de Cristo, passaremos pela primeira ressurreição com os justos ou sofreremos a segunda ressurreição com os ímpios. Sabemos qual é a melhor. Além da esperança de participar daquela ressurreição, devemos fazer o que pudermos para levar outros a participar dela também, a Boa ressurreição! Existe coisa mais importante do que isso em nossa vida?

A seara amadureceu. Milhões aguardam o chamado para o discipulado. Temos sido abençoados não apenas com o evangelho, mas com o evangelho no contexto da "verdade presente" – a Verdade sobre o Nome!

O que faremos com essas verdades que amamos tanto? Perguntamos: Onde estão os ceifeiros? Onde estão as pessoas dispostas a caminhar ao lado de Cristo e partilhar os riscos? Você aceitará o convite do Criador, não apenas para ser discípulo, mas para fazer discípulos, independentemente do custo que isso represente?

Pense nestas implicações: A primeira ressurreição e a segunda ressurreição. À luz dessas opções, qual é a importância de estar na "melhor" delas e de ajudar outros a também participar dela?


 

Sexta

 

Perguntas para reflexão

Dietrich Bonhoeffer, cuja fé cristã o levou à morte, escreveu um famoso livro chamado O Custo do Discipulado (Nova York, Collier Books, 1963). Abaixo estão algumas citações dessa obra. Como elas se encaixam com o que estudamos nesta semana?

 

7. "A velha vida é deixada para trás e completamente rendida. O discípulo é tirado de sua vida de relativa segurança e levado para uma vida de insegurança absoluta (na verdade, para a absoluta segurança e proteção do companheirismo com Cristo)" [...] (p. 62, 63).


Minha Resposta à Questão 7:

8. "Se quisermos seguir a Yaohu'shua, devemos dar alguns passos definidos. O primeiro passo que se segue ao chamado, separa o discípulo de sua vida anterior" (p. 66, 67).

Minha Resposta à Questão 8:

9. "A cruz é colocada sobre cada cristão. O primeiro sofrimento de Cristo que todo homem precisa experimentar é o chamado para abandonar as ligações com este mundo [...] Quando Cristo chama um homem, ordena que a pessoa venha e morra" (p. 99).

 Minha Resposta à Questão 9:


Respostas sugestivas:

1. A perseguição e hostilidade da parte da família e da sociedade. Para ser discípulo é preciso negar a si mesmo, tomar a cruz e seguir Yaohu'shua, renunciando o egoísmo, vaidade e ídolos acariciados. Mas a recompensa é ganhar a Cristo, Aquele que é tudo em todos.

2. Assim como Cristo carregou a cruz, temos uma cruz a levar. Perder a vida em nome de Cristo significa ganhar a vida eterna. Diante da perseguição e injustiça dos governantes humanos, os seguidores de Yaohu'shua terão o poder dEle, sempre onipresente. Se Yaohu'shua foi perseguido, Seus seguidores também serão. Se muitos aceitaram as palavras de Yaohu'shua, muitos aceitarão as palavras de Seus discípulos.

3. Para vencer uma guerra é preciso planejar os movimentos, treinar e se dedicar. O discípulo de Yaohu'shua vence a guerra ao abandonar o pecado e ter disciplina espiritual. Embora esse desafio seja muito difícil, a vitória está garantida quando olhamos com perseverança para Cristo e crescemos nas virtudes cristãs.

4. Tudo aquilo que nos embaraça no Caminho para a Vida Eterna precisa ser destruído; principalmente as falsas doutrinas. Ídolos pessoais e paixões precisam ser derrotados. Devemos amar os inimigos, fazer o bem sem esperar nada em troca e considerar os outros superiores a nós mesmos. Exige muito esforço, mas o prêmio é a eternidade.

5. Os discípulos recebem bênçãos e prosperidade neste mundo, e no futuro [aqui] terão a Vida Eterna. Yaohu'shua virá  até nós e então herdaremos um lugar especial. Ali eles andaremos em ruas de ouro, veremos o rio de cristal e comeremos do fruto da Árvore da Vida, teremos saúde plena e estaremos para sempre com o Criador. E melhor, poderemos estar frente a frente com YAOHUH UL'HIM, o nosso Pai e Pai do nosso Criador e Redentor, Yaohu'shua!

6. O custo é o sofrimento físico e emocional produzido pela perseguição e desprezo do mundo. A recompensa é a proteção e bênção divina, que nos libertam do mal e nos conduzem para a vida eterna. Os benefícios do discipulado não serão colhidos apenas na eternidade, mas desde já. O segredo é viver pela fé, olhando para a melhor ressurreição, prometida para os discípulos fiéis.

Amnao (amém)!
 

 

 

CTA: Curso de Teologia Aplicada

Não perca a oportunidade de se atualizar, TORNE-SE um rosh da CYC,  fazendo o CTA  - o único curso unitariano via e-mail - com Novos Cursos para homens e mulheres; formando líderes para cumprir o Ide!

   SAIBA MAIS...

Agora com Novos Cursos 

Index